Nome do Projeto
Avaliação da expressão de proteínas reguladoras do metabolismo ósseo na periodontite crônica em fumantes e não-fumantes
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
15/01/2012 - 15/01/2015
Unidade de Origem
Resumo
A periodontite é a patologia que mais acomete a cavidade bucal. A reabsorção do osso alveolar está associada à sua progressão resultante da reação inflamatória/imune iniciada em resposta aos microrganismos presentes no biofilme dental. As bactérias Gram-negativas têm relevante papel na patogênese da doença periodontal por meio de lipopolissacarídeos (LPS) presentes na parede externa, os quais podem exercer efeitos deletérios independentemente da viabilidade do microrganismo. Assim, a presença do LPS nos tecidos periodontais pode iniciar a secreção de mediadores inflamatórios causando degradação de tecido conjuntivo e ósseo. O tabagismo é um fator modificador sistêmico da doença periodontal afetando células, fibras colágenas e vasos sanguíneos, com perda de inserção e tecido ósseo. Recentemente, uma molécula denominada ligante do receptor-ativador do fator nuclear kappa-B (RANKL) foi identificada como citocina capaz de induzir a diferenciação de osteoclastos. Este mesmo conceito se aplica a osteoporose, syndrome de Paget, artrite reumatóide, metástase tumoral óssea. As vias de sinalização são influenciadas por proteínas intracelulares que podem aumentar ou reduzir a expressão de moléculas pró e/ou antinflamatórias. Uma dessas proteínas são as Nod, as quais parecem estar intimamente relacionadas com reconhecimento de patógenos intracelulares e, além disso, alterar a ativação de fatores de transcrição ligados a produção de RANKL. Considerando a relevância do LPS bacteriano na periodontite, o papel do RANKL na reabsorção óssea e a possível implicação das proteínas Nod na transdução de sinais, o objetivo é estudar a expressão de RANKL, Nod1 e Nod2 na periodontite crônica e a influência do tabagismo sobre eles.

Objetivo Geral

a) Avaliar a expressão e distribuição tecidual em humanos dos reguladores do metabolismo ósseo de reabsorção/aposição tecidual (RANKL e seu antagonista OPG) em pacientes com doença periodontal crônica.
b) Avaliar a influência do tabagismo na expressão e distribuição tecidual em humanos dos reguladores do metabolismo ósseo (RANKL e seu antagonista endógeno OPG) em pacientes com doença periodontal crônica.
c) Estudar a expressão das proteínas Nod1 e Nod2, possíveis transdutoras de sinais intracelulares na reabsorção óssea e reconhecedoras de patógenos, e sua distribuição nos tecidos periodontais de pacientes com periodontite.
d) Avaliar a possível influência do tabagismo na expressão das proteínas Nod1 e Nod2 nos tecidos periodontais.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
1
2
2
MORGANA ZAMBIASI MARINI1201/08/201331/07/2014

Fontes Financiadoras

Sigla / NomeValorAdministrador
CNPqR$ 0,00
FAPERGS (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul)R$ 0,00

Página gerada em 11/12/2018 04:57:55 (consulta levou 0.083189s)