Nome do Projeto
Rede de Bacias-Escola na região Sul do Brasil: Sub-Projeto Rio Grande do Sul - UFPel
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
05/03/2012 - 06/03/2014
Unidade de Origem
Área CNPq
Engenharias - Engenharia Civil - Hidrologia
Resumo
O objetivo do estudo é analisar as implicações dos processos hidrológicos em bacias hidrográficas da região de abrangência de Pelotas/RS (municípios de São José do Norte e Piratini), com floresta de pinus e de nativa. A escolha dos locais para implantação das bacias-escola na região de Pelotas será feita através de critérios estabelecidos pelo Grupo de Trabalho composto por pesquisadores de universidades federais (UFRGS, UFSM, UFSC, UFPEL, UFPR, UDESC, UNICENTRO) e representantes das associações das empresas de reflorestadores (em definição), que desenvolvem o projeto “Rede de Bacias-Escola na Região Sul do Brasil,” que será implantado nos três Estados da região Sul do Brasil (SC, PR e RS). O projeto pretende: levantar os locais para a implantação de bacias-escola; caracterizar as bacias, quanto aos aspectos topográficos, ocupação e manejo do solo, fitossociologia, geomorfologia e pedologia, geologia, climatologia, levantadas com técnicas de georreferência; compreender os efeitos dos processos hidrossedimentológicos em cada bacia, conforme o uso e manejo do solo; discutir semelhanças e diferenças dos processos hidrológicos em florestas plantadas e nativas. Como resultado do estudo pretende-se compreender problemas de disponibilidade de água e produção de sedimentos, promovendo o desenvolvimento consciente e sustentável da região, impedindo ou restringindo o uso das áreas mais susceptíveis à ocorrência de fenômenos impactantes. Espera-se contribuir para o melhor gerenciamento (monitoramento e modelagem) das bacias-escola da região de Pelotas, oferecendo subsídios científicos para a tomada de decisão em prol da resolução dos problemas ambientais encontrados nas regiões do estudo. Palavras-chave: bacia-escola, processos hidrossedimentológicos, floresta plantada, floresta nativa.

Objetivo Geral

Objetivo geral
Analisar as implicações hidrológicas em bacias-escolas com cobertura de floresta nativa e reflorestamento de pinus, como meio de se determinar qual destes usos seria uma alternativa sustentável para a região em estudo.

Objetivos específicos
•Levantar os locais para a implantação de bacias-escola na região de Pelotas (RS);
•Caracterizar as bacias em estudo quanto aos aspectos de topografia, ocupação e manejo do solo, fitossociologia, geomorfologia e pedologia.
•Compreender os processos hidrossedimentológicos em cada bacia e os efeitos do uso e manejo do solo.
•Discutir as semelhanças e as diferenças dos processos hidrológicos em florestas plantadas e nativas da região de Pelotas (RS).

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
4
20

Página gerada em 11/12/2018 04:56:45 (consulta levou 0.083831s)