Nome do Projeto
A REPRESENTAÇÃO POLÍTICA EM MARSÍLIO DE PÁDUA
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
01/04/2012 - 02/04/2015
Unidade de Origem
Área CNPq
Ciências Humanas - Filosofia
Resumo
Na primeira parte da obra Defensor Pacis (1324), Marsílio de Pádua (1280-1343) afirma que,de acordo com a verdade e a opinião de Aristóteles, o legislador humano ou a causa eficiente primeira e específica da lei é o povo (populus) ou o conjunto dos cidadãos (universitas civium), ou sua parte preponderante (valencior pars), a saber: a representação política. Essa parte representante ou preponderante está identificada com os indivíduos que são capazes de exercer, efetivamente, uma atuação na vida pública. Não se trata de um grupo de indivíduos eleitos, como no caso dos cidadãos escolhidos para elaborar o texto da lei, mas de uma representação capaz de realizar a sociedade política. A valencior pars é considerada um enigma na interpretação dos estudiosos de Marsílio, pois é necessário distinguir um duplo conceito de representação. A representação-delegação, concernente aos prudentes ou especialistas, encarregados de descobrir a lei e a representação-símbolo, pela qual a valencior pars é assimilada a todo o povo, dispondo, pois,da suma autoridade. O escopo do presente estudo é analisar este conceito a partir das fontes e dialogar com os comentadores, destacando a importância do mesmo para a ética e política do período pós-medieval.

Objetivo Geral

- Analisar o significado da representação popular identificada na expressão valencior pars na obra Defensor Pacis, considerando os diferentes níveis de argumentação do filósofo, explicitados, respectivamente, na primeira e na segunda parte da obra.
- Comparar o significado de valencior pars nas obras Defensor Pacis e Defensor Minor, com o escopo de demonstrar o significado preciso do autor, tendo em vista o seu contexto histórico e político.
- Investigar as diferentes traduções e interpretações da valencior pars nos diversos comentadores de Marsílio de Pádua, procurando resolver as aporias ainda existentes sobre o tema.
- Comprovar a importância da ideia de representação política exposta na obra Defensor Pacis para a ética e política que serão desenvolvidas na modernidade e pós-modernidade.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
2
2

Página gerada em 09/12/2018 17:38:52 (consulta levou 0.094200s)