Nome do Projeto
Capacidade de suporte de carga em classes de solos sob distintos usos e manejos no Rio Grande do Sul
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
01/03/2012 - 02/03/2015
Unidade de Origem
Área CNPq
Ciências Agrárias - Engenharia Agrícola - Máquinas e Implementos Agrícolas
Resumo
No contexto agrícola, almeja-se uma melhoria da qualidade física do solo para alcançar a máxima produção com a menor degradação ambiental. No entanto, problemas relacionados à compactação do solo têm sido apontados como a principal causa da degradação física do solo em áreas agrícolas e florestais. Em áreas exploradas com agricultura os problemas de compactação do solo devido ao intenso uso, associado ao aumento no tamanho, massa e frequência de tráfego das máquinas agrícolas sobre o solo têm sido alvo frequente de investigação científica. Porém, quando um solo pode ser considerado compactado? Diante do exposto, verifica-se a necessidade de maior investigação sobre qual o limite máximo de carga suportado pelas classes de solos submetidos a intenso uso, podem suportar sem haver comprometimento de sua qualidade física. Sendo assim, o objetivo do projeto é definir a capacidade de suporte de carga dos solos com base na determinação de parâmetros físicos, mecânicos, mineralógicos e químicos bem como avaliar o efeito de diferentes usos e manejos nas classes de solos em estudo. Os solos a serem estudados estão englobados em três classes de Latossolos (LVd, LVaf, LBa), três classes de Argissolos (PVd, PVd-1, PVAa) e uma classe das ordens Vertissolos (VEo), Chernossolos (MTo) e Planossolos (SXe). Para cada classe de solo serão selecionadas áreas sob plantio direto, plantio convencional e condição de campo natural. Em cada classe de solo e condição selecionada serão realizadas amostragens até a profundidade de 0,30 m para determinação do estado, características e parâmetros desses solos.

Objetivo Geral

Objetivo Geral
Definir a capacidade de suporte de carga dos solos com base na determinação de parâmetros físicos, mecânicos, mineralógicos e químicos bem como avaliar o efeito de diferentes usos e manejos nas classes de solos em estudo.

Objetivos Específicos
- Identificar os locais de coleta de amostras para cada região de estudo que contemplem usos e manejos do solo distintos;
- Determinar a granulometria, classe textural, densidade e porosidade dos solos;
- Avaliar a dinâmica da água no solo por meio da capacidade de infiltração e curva de re-tenção de água, bem como os limites de consistência;
- Determinar a capacidade de suporte de carga por meio da avaliação da tensão de pré-consolidação;
- Determinar a resistência mecânica do solo ao cisalhamento;
- Determinar a densidade máxima e a umidade ótima para a compactação;
- Determinar o carbono orgânico total e as frações físicas da matéria orgânica do solo;
- Avaliar por meio da difratometria de raios X a composição mineralógica da fração argila;
- Caracterizar o complexo sortivo dos solos;
- Estabelecer relações entre os parâmetros influentes e a capacidade de suporte de carga dos solos.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
2
2
2
2
2
4
ALEXANDRE CHEROBINI DALMOLIN1203/02/201402/03/2015
ALEXANDRE CHEROBINI DALMOLIN1201/02/201431/07/2014
ANTONIO LILLES TAVARES MACHADO101/03/201202/03/2015
EDUARDO DA FONSECA1201/08/201431/07/2015
EDUARDO DA FONSECA1201/02/201302/03/2015
EDUARDO DA FONSECA1201/08/201331/07/2014
ELVIS PATRIKE AURELIO1201/08/201331/01/2014
JOÃO ANTÔNIO TORRES TOMASI1201/08/201231/07/2013
ROBERTO LILLES TAVARES MACHADO201/03/201202/03/2015

Fontes Financiadoras

Sigla / NomeValorAdministrador
FAPERGS (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul)R$ 157.080,00

Página gerada em 11/12/2018 13:57:03 (consulta levou 0.077097s)