Nome do Projeto
Sistema de produção de sementes forrageiras em solos de várzea
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
01/09/2011 - 01/09/2018
Unidade de Origem
Área CNPq
Ciências Agrárias - Agronomia - Produção e Beneficiamento de Sementes
Resumo
O experimento proposto tem por objetivo verificar o efeito de práticas de manejo para a melhor exploração de um sistema agropastoril, em solos hidromórficos, para produção de sementes com alta qualidade. Para tanto, haverá uma fase inicial de laboratório para selecionar tratamentos de sementes de espécies forrageiras (condicionamento osmótico, micronutrientes, fungicida e encrustamento) com maior potencial de resposta em solos de várzea. As fases de campo serão realizadas na Estação de Terras Baixas da Embrapa Clima Temperado. A primeira fase contará com uma área de 256 m2 onde serão avaliados tratamento de sementes (com e sem) e quatro épocas de semeadura (precoce, intermediária precoce, intermediária tardia e tardia). As avaliações serão efetuadas nesta área por quatro anos. A segunda fase ocorrerá em uma nova área, de 1.280 m2, onde serão testadas diferentes frequências de desfolha (zero, uma, duas e três desfolhas) na parcela (16 m x 5 m) e, na sub-parcela (2 m x 5 m), oito épocas de colheita de sementes. A primeira época será após o início da degrana, a partir daí ocorrerão colheitas semanais. A terceira fase de campo será conduzida em uma terceira área de 1.600 m2, onde serão testados quatro níveis de adubação - fosfatada (para fabaceas) e nitrogenada em cobertura (para poaceas) – na parcela (20 m x 5 m), quatro épocas de colheita de sementes (as melhores da fase anterior) na sub-parcela (4 m x 5 m) além de uma sub-parcela sem colheita. A pastagem será conduzida com estes tratamentos por dois anos, no terceiro ano serão mantidos os níveis de adubação; porém, não ocorrerá a colheita de sementes. Isto porque, nesta mesma área, na época recomendada, será semeada uma grande cultura de estação quente por dois anos consecutivos para a produção de sementes, onde a metade da unidade experimental será adubada conforme a recomendação da Sociedade Brasileira de Ciência do Solo (na sub-sub-parcela) e a outra metade não será adubada. Entre o primeiro e o segundo ano da cultura haverá o retorno da pastagem por ressemeadura natural e, também, dos quatro níveis de adubação. De modo geral, a partir destas análises, espera-se desenvolver um sistema com maior eficácia na exploração dos recursos ambientais para a produção de sementes. A busca pela definição do adequado tratamento de sementes, época de semeadura, manejo de desfolha, manejo de adubação e época de colheita torna-se fundamental para que os atuais sistemas de produção de sementes tornem-se econômica e ecologicamente sustentáveis.

Objetivo Geral

2. Objetivo geral
Verificar o efeito de práticas de manejo para a melhor exploração de um sistema agropastoril, em solos hidromórficos, para produção e qualidade de sementes.

3. Objetivos específicos
Verificar o efeito do tratamento de sementes, da época de semeadura, do manejo da desfolha, do manejo de fertilidade do solo e da época de colheita na produção e na qualidade da forragem e das sementes forrageiras em solos de várzea.
Verificar o efeito da adubação - na forrageira de estação fria - na produção e na qualidade de sementes da cultura de estação quente, introduzida posteriormente à forrageira.
Verificar o efeito da adubação residual da lavoura de estação quente na produção e na qualidade de forragem e de sementes da forrageira de estação fria, introduzida posteriormente à cultura de estação quente.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
5
5
5
5
5
5
5
5
5
5
5
5
5
5
5
5
5
5
5
5
5
5
5
5
5
5

Fontes Financiadoras

Sigla / NomeValorAdministrador
CAPESR$ 20.000,00
EMBRAPAR$ 0,00

Página gerada em 11/12/2018 04:58:59 (consulta levou 0.083330s)