Nome do Projeto
Comparação da prática de atividade física em adolescentes de Pelotas-RS em um período de seis anos
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
01/03/2011 - 01/03/2015
Unidade de Origem
Área CNPq
Ciências da Saúde - Saúde Coletiva - Saúde Pública
Resumo
Os benefícios da pratica regular de atividade física na adolescência estão amplamente difundidos na literatura. Apesar disso, a prevalência de inatividade física entre os adolescentes se mantem elevada. Tendo em vista que adolescentes ativos apresentam maior probabilidade de se tornarem adultos ativos, a elevada inatividade física encontrada nesse grupo populacional se torna ainda mais relevante no âmbito da saúde publica. Dentro desse contexto, o monitoramento da atividade física de adolescentes se torna uma ferramenta de diagnostico e acompanhamento do quadro comportamental estabelecido. Essas informações poderão servir como base para o planejamento de intervenções, e poderão ser usadas como indicadores na avaliação destas. Além disso, e difícil detectar estudos com metodologias e resultados comparáveis na área. Ha uma vasta heterogeneidade de instrumentos, definições de desfechos e contextos de aplicação, o que acaba tornando as comparações bastante limitadas. No Brasil o monitoramento da pratica de atividade física em adolescentes foi iniciado com a PeNSE, cujos dados são representativos dos adolescentes residentes nas capitais do pais. Nossos resultados serão pioneiros em cidades do interior do pais. O presente estudo justifica-se também pela comparação dos níveis atuais de atividade física dos adolescentes de Pelotas, com dados coletados seis anos atrás, utilizando o mesmo instrumento de pesquisa, faixa etária, além de processo de amostragem e metodologia comparáveis.

Objetivo Geral

Objetivo geral



Comparar a pratica de atividade física em adolescentes da zona urbana de Pelotas-RS a
partir de dois estudos transversais de base populacional.



Objetivos Específicos


- Medir a prevalência de inatividade física nos adolescentes da cidade de Pelotas-RS no
ano de 2012;


- Comparar as prevalências de inatividade física dos adolescentes em 2005 e 2012;


- Avaliar transversalmente a associação da inatividade física com as seguintes variáveis:

>>sexo
>>idade
>> nível econômico
>>escolaridade dos pais
>>tipo de escola
>> tipo de moradia

- Investigar se as variáveis associadas com a inatividade física seis anos atrás são as
mesmas relacionadas a esse desfecho atualmente.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
04
12
ALAN GOULARTE KNUTH401/03/201101/03/2015
ALINE GONZÁLEZ SILVA1201/03/201431/07/2014
CAROLINA DE VARGAS NUNES COLL1201/03/201101/03/2015
DOUGLAS KLUG REINHARDT1201/08/201328/02/2014
NÁDIA AMORIM MACHADO1201/08/201331/07/2014

Página gerada em 13/12/2018 11:21:57 (consulta levou 0.073629s)