Nome do Projeto
ANÁLISE DAS DEFORMAÇÕES RESIDUAIS LONGITUDINAIS DA MADEIRA DE Acácia mearnsii DE WILD
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
13/11/2012 - 13/11/2016
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências Agrárias - Recursos Florestais e Engenharia Florestal - Tecnologia e Utilização de Produtos Florestais
Resumo
A justificativa de plantios de acácia mearnsii De Wild (acácia-negra) no estado do Rio Grande do Sul, tem base na produção de tanino e energia, entretanto nos últimos anos verifica-se um declínio do ponto de vista econômico desses produtos. Nesse sentido, a produção de madeira serrada é uma alternativa interessante pelo valor que agrega a esse produto madeireiro, nada obstante têm-se as tensões de crescimento, que quando, no processamento causam elevados desperdícios em serrarias, configurando-se como o maior entrave em relação à utilização da matéria prima nessa atividade industrial. Diante disso, o presente estudo pretende avaliar a qualidade da madeira dessa espécie com vistas a propiciar um fim de maior valor agregado. Para tal, pretende-se quantificar as deformações residuais longitudinais (DRL’s) em árvores vivas de acácia-negra em plantios homogêneos no município de Piratini-RS pelo método CIRAD-Forêt, pelo método não destrutivo ultrassonoro e correlacioná-la com algumas propriedades físicas e mecânicas, com vistas a contribuir com o cultivo de acácia-negra no estado.

Objetivo Geral

O presente trabalho tem como objetivo analisar a deformação residual longitudinal (DRL) em árvores em pé e vivas, bem como correlacioná-las com sua idade e algumas propriedades físicas e mecânicas para a espécie Acácia mearnsii De Wild.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
4
16
JÉSSICA MICHEL DA SILVA1201/08/201431/07/2015
LEANDRO LEMOS DE PERES1201/08/201331/07/2014
TALINE RODRIGUES MATTOSO1201/08/201331/07/2014

Página gerada em 20/01/2021 16:46:49 (consulta levou 0.075449s)