Nome do Projeto
Literatura e experiência histórica
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
15/05/2013 - 15/05/2017
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Resumo
Considerando a tradição teórica que investiga as articulações da literatura e da história – tais como Romance Histórico (Lukács, 2011), Novo Romance Histórico (Menton, 1993), Metaficção Historiográfica (Hutcheon, 1991), entrecruzamento da literatura e da história e representância (Ricoeur, 2010), dialogismo e carnavalização (Bakhtin, 1987, 1993), testemunho (Beverley et al.) – interessa a esta pesquisa verificar a produção de sentido da experiência histórica em textos literários de língua portuguesa. O problema que se coloca é o da representação do passado em textos literários. Mais particularmente, a pesquisa pretende indagar as modalidades discursivas, bem como suas condições políticas, ideológicas e críticas, que dão conta da experiência histórica, entendida, preliminarmente, como a capacidade humana de dar forma e sentido à experiência vivida. Pensando nos termos propostos por Paul Ricoeur, os textos literários constituem-se em “variações imaginativas” do passado, ou seja, reconfiguram o tempo histórico, de modo a explorar aspectos da experiência vivida de forma distinta, mas próxima, da narrativa historiográfica. É nessa condição de “quase história” (Ricoeur, 2010) que os textos literários reconfiguram a experiência histórica, propiciando, por meio da leitura, uma mediação entre o mundo fictício do texto e o mundo efetivo do leitor (REIS, 2010, p.81).

Objetivo Geral

Objetivos
Geral: Analisar as reconfigurações da experiência histórica em textos literários, destacando suas condições teóricas, discursivas e ideológicas;
Específicos: (a) Estudar, a partir das categorias pertinentes à articulação da literatura e da história (notadamente Romance Histórico, Novo Romance Histórico, Metaficção Historiográfica, entrecruzamento da literatura e da história, dialogismo, carnavalização e testemunho), textos literários, ficcionais ou não, de língua portuguesa; (b) Investigar, a partir dos corpora consolidados pelos subprojetos, experiências históricas de violência de Estado, tais como narrativas ficcionais do período da ditadura militar e memórias de guerrilheiros, ou experiências vinculadas a instituições disciplinares (prisão, manicômio), bem como experiências históricas da violência urbana, sobretudo em narrativas brasileiras pós-ditatoriais; (c) Investigar, a partir dos corpora consolidados pelos subprojetos, reconfigurações de experiências relativas ao processo histórico brasileiro, tais como o Império e a escravidão, a República Velha, o Estado Novo e a Ditadura Militar.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
4
4
4
4
4
ANA PAULA GIEHL DE OLIVEIRA1201/08/201431/12/2014
ANA PAULA GIEHL DE OLIVEIRA2001/08/201301/08/2014
ANA PAULA GIEHL DE OLIVEIRA1201/08/201331/07/2014
CAMERINA BATISTA OLIVEIRA2015/05/201331/03/2015
DÉBORA ARNOLD LEMÕES2015/05/201331/12/2014
DÉBORAH VIEIRA PINTO AGUIAR1215/05/201315/05/2017
JÉSSICA VAZ DE MATTOS2024/03/201401/03/2016
MARCELO DE ANDRADE DUARTE2015/05/201331/03/2015
RENATA DE AZEVEDO RIBEIRO2015/05/201303/11/2014

Página gerada em 19/06/2021 09:12:14 (consulta levou 0.054161s)