Nome do Projeto
Método para maceração das fibras de Schoenoplectus californicus (C.A. Mey) Soják.
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
01/05/2013 - 02/05/2018
Unidade de Origem
Área CNPq
Ciências Agrárias - Recursos Florestais e Engenharia Florestal - Tecnologia e Utilização de Produtos Florestais
Resumo
A família Cyperaceae Juss. inclui aproximadamente 120 gêneros e 5.000 espécies e está representada no Brasil por cerca de 45 gêneros e 500-600 espécies. Diversos levantamentos realizados nos campos sul-brasileiros mostram o predomínio de espécies das famílias Poaceae e Asteraceae, sendo que as espécies de Cyperaceae destacam-se nas baixadas úmidas e banhadas, compondo a fitofisionomia da vegetação (LONGHI-WAGNER, 2003). Os juncos, Juncus spp., se desenvolvem perfeitamente nas condições das margens de lagos. Vivazes e rústicos, suas hastes possuem cor verdes brilhante, muito utilizadas como folhagem ornamental e em atividades artesanais na região sul do estado do Rio Grande do Sul, onde seu crescimento é amplo. Porém, segundo Roessing (2007), a anatomia celular do junco é pouco conhecida devido à carência de estudos científicos sobre essa espécie. A constituição química e anatômica dos materiais lignocelulósicos é abrangente e diversificada, com relação às substâncias que nelas se traduzem em um sistema multimolecular de alta complexidade estrutural, de ligações cruzadas e de grande importância na preservação e nas propriedades desses materiais. Inúmeros são os trabalhos na literatura para análise das fibras de plantas dicotiledôneas através de metodologias de maceração das fibras de madeiras. De acordo com Burger e Richter (1991), a maceração consiste em dissolver, por meio de agentes químicos, a lamela média que une as fibras, podendo-se então observar isoladamente estes elementos. Barrichelo e Foelkel (1983) desenvolveram o processo Nítrico-Acético para maceração de madeira. Segundo os autores, inúmeras soluções macerantes têm sido preconizadas e geralmente a escolha de uma mais apropriada depende do tipo de estudo que se realiza. Cada método em si apresenta vantagens e limitações. A maior parte dos processos é de aplicação rápida e necessitam aquecimento. Sendo assim, baseado no processo Nítrico-Acético de maceração de madeira, é proposto nesse estudo o desenvolvimento de uma metodologia para a maceração de fibras de monocotiledôneas, especialmente as fibras de Schoenoplectus californicus (C.A. Mey.) Soják, visando dar suporte metodológico aos estudos relacionados a esta espécie e a criação de um procedimento padrão para a medição do diâmetro e comprimento dos elementos anatômicos de plantas monocotiledôneas.

Objetivo Geral

• Criar metodologia de amostragem das hastes de junco para o procedimento de maceração de suas fibras;
• Avaliar, através das características de integridade dos elementos anatômicos macerados, qual o melhor tempo de permanência das fibras de junco na solução ácida macerante;
• Caracterizar as fibras do junco através das medições de seus diâmetros e comprimentos.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
4
4
4
4

Página gerada em 11/12/2018 05:01:27 (consulta levou 0.081786s)