Nome do Projeto
Geração de uma linhagem celular sensível para ecdisteróides utilizada na seleção de compostos naturais e no planejamento racional de moléculas inseticidas
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
01/10/2012 - 02/10/2015
Unidade de Origem
Área CNPq
Ciências Agrárias - Agronomia - Entomologia Agrícola
Resumo
Nas últimas décadas o receptor de ecdisteróides (EcR) surgiu como um possível sítio bioquímico seguro para o planejamento racional do uso de inseticidas. Esta idéia tem como suporte o fato de que este receptor ser encontrado apenas em artrópodes e crustáceos. Na década de 80, uma nova classe de inseticidas foi descoberta, as Diacilhidrazinas, com a capacidade de ativar o receptor EcR, também conhecido como mimetistas do ecdisônio (hormônios da muda e metamorfose dos insetos). A primeira molécula desta série de compostos tinha largo espectro atuando em insetos de diversas Ordens. No entanto, atualmente este grupo de inseticidas não atua sobre a Ordem Hemiptera, que inclui um grande número de insetos pragas sugadoras, as quais são de difícil controle e vetores de doenças. Neste contexto, este projeto investigará possíveis alterações nas atuais Diacilhidrazinas de modo que passem a atuar sobre a Ordem Hemiptera, baseado em cultura celular para detectar a atividade biológica das moléculas que estão sendo alteradas ou sintetizadas. Também, será investigado o planejamento racional de novas moléculas de outros grupos químicos (organocalcogênicos), para possível atuação no receptor de ecdisteróides.

Objetivo Geral

O objetivo principal do projeto é o planejamento racional de novas moléculas com ação inseticida ou análogas as já usadas no controle de pragas, utilizando como alvo bioquímico o receptor do ecdisônio.
Como objetivos específicos temos:
● estabelecimento de uma linha de pesquisa na UFPel visando o planejamento racional de agroquímicos;
● viabilizar novas metodologias para o planejamento racional de agroquímicos altamente específicos para pragas agrícolas da Ordem Hemiptera (sugadores);
● produzir moléculas inseticidas com toxicidade reduzida ou nula para organismos não-alvo (parasitóides, predadores e polinizadores) e mamíferos;
● obtenção de novas moléculas com atividade agonista ao ecdisônio;
● maximizar a potencia das atuais Diacilhidrazinas;
● aumentar o espectro de ação das atuais Diacilhidrazinas para outros grupos de insetos-praga, mantendo baixa toxicidade para organismos não-alvo;
● estabelecimento de um modelo de 3D-QSAR CoMFA (Quantitative structure-activity relationship - Comparative molecular filed analysis) que estabelece uma relação entre a atividade biológica observada e a estrutura molecular.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
4
4
6
6
30
HARRISON BATISTA DE OLIVEIRA1201/08/201431/07/2015
HARRISON BATISTA DE OLIVEIRA1201/08/201331/07/2014
MARIA LUIZA SOARES DA SILVA CUNHA1201/01/201531/07/2015
MATHEUS RAKES1201/08/201431/07/2015
RAFAEL RODRIGUES DOS ANJOS1201/08/201431/12/2014
STEFÂNIA NUNES PIRES1201/08/201431/07/2015

Fontes Financiadoras

Sigla / NomeValorAdministrador
CAPESR$ 0,00
FAPERGS (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul)R$ 0,00

Página gerada em 14/12/2018 08:59:23 (consulta levou 0.091025s)