Nome do Projeto
MARCADORES LINGUÍSTICOS DE IDENTIDADE
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
10/05/2013 - 11/05/2018
Unidade de Origem
Área CNPq
Linguística, Letras e Artes - Linguística - Sociolinguística e Dialetologia
Resumo
Em virtude de serem poucos os estudos sociolinguísticos que contemplam os marcadores linguísticos de identidade, procuramos abordar o tema especificamente em nossa região, uma vez que muitas pessoas marcam as suas interações significativas como forma de estabelecer laços de identidade com outros indivíduos com os quais compartilham semelhanças de gênero, etárias, sociais e étnicas. A abordagem prioriza os princípios da Teoria da Variação Linguística, de William Labov e a perspectiva dos Atos de Identidade de Le Page.

Objetivo Geral

Estudar os marcadores linguísticos de identidade sociocultural nas proximidades da cidade de Pelotas, utilizando os Bancos de Dados BDSPampa, Varx, e outras fontes de dados de pesquisa sociolinguística.
- Analisar, nos dados de fala, possíveis marcadores linguísticos de identidade étnica, de gênero, de fase etária e de classe social.
- Identificar as principais características dos marcadores linguísticos de cada dimensão sociocultural e tentar perceber se existe um padrão seguido pelas dimensões envolvidas para a utilização de marcadores linguísticos de identidade.
- Descrever a organização dos marcadores lingüísticos em cada dimensão focalizada.
- Comparar os marcadores linguísticos de identidade sociocultural observando diferenças na fala quanto à etnia, fase etária, classe social e gênero.
- Analisar os efeitos de prestígio e estigma dos marcadores de identidade sociocultural em relação às pessoas que os empregam.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
12
12

Página gerada em 17/12/2018 03:11:16 (consulta levou 0.076574s)