Nome do Projeto
Associação entre o nascimento de bebês pré-termos e/ou com baixo peso e a doença periodontal materna: um estudo caso-controle na cidade de Pelotas-RS.
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
02/05/2013 - 03/05/2015
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências da Saúde - Odontologia - Odontopediatria
Resumo
O nascimento pré-termo e/ou com baixo peso é apontado como contribuinte para a função imune debilitada que pode ser mantida durante toda a infância, podendo causar doenças e incapacidades de longa duração. Em mais de 50% dos casos clínicos a etiologia da prematuridade e do baixo peso ao nascimento permanece desconhecida. Devido à similaridade na patogênese das infecções à distância causadas por microorganismos gram-negativos, tem-se questionado a possibilidade de a doença periodontal atuar como um fator de risco adicional na ocorrência de partos pré-termos e de baixo peso. Este estudo terá como objetivos avaliar a associação entre o parto pré-termo e/ou o nascimento de bebê com baixo peso e a doença periodontal materna, a partir da realização de estudo caso-controle e de estudo de caso na cidade de Pelotas-RS, assim como a associação entre prematuridade e baixo peso ao nascer e condição bucal do bebê e a dentição decídua. Serão elegíveis ao estudo caso-controle as puérperas que derem à luz a recém-nascidos vivos, únicos, pré-termos e/ou com baixo peso (grupo caso) e, os dois nascimentos subsequentes a um caso na mesma maternidade (grupo controle), na proporção ½. Para o estudo de caso serão aleatoriamente selecionadas as gestantes que procurarem os hospitais com ameaça de parto pré-termo. Ambos os estudos serão realizados em três hospitais na cidade de Pelotas, respeitando os critérios de inclusão e exclusão. Os dados serão colhidos através do prontuário médico (identificação, dados obstétricos), de entrevista (idade materna, nacionalidade, escolaridade, estado civil, emprego durante a gravidez, peso e altura antes da gestação, tabagismo, número de consultas pré-natal), de exame clínico (condição da cavidade bucal, IPV) e periodontal (ISG, PS, SS e NI). Para o acompanhamento longitudinal serão elegíveis todos os bebês cujas mães participarem do estudo caso-controle. Os bebês terão sua cavidade bucal e dentição decídua (aparecimento, sintomas, cronologia e presença de distúrbios na formação) avaliadas através de visitas programadas na clínica AOMI. Os dados colhidos serão avaliados de acordo com o objetivo proposto, avaliando frequências e associações.

Objetivo Geral

Avaliar, a partir de estudo de caso-controle dos nascimentos na cidade de Pelotas-RS à associação entre o parto pré-termo e/ou o nascimento de bebê com baixo peso e os parâmetros clínicos da doença periodontal, considerando ajuste para outros fatores como demográficos, socioeconômicos, físicos e ambientais; Identificar, através de estudo de caso, a prevalência de doença periodontal de gestantes com ameaça de parto pré-termo que procuram os serviços hospitalares na cidade de Pelotas-RS.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
2
4
4
8
ANDRESSA PEDREIRA FRAGA402/03/201402/07/2014
FERNANDA DE BRITO SILVA103/02/201403/05/2015
FERNANDA DE OLIVEIRA BELLO CORREA102/05/201303/05/2015
GABRIELA DOS SANTOS PINTO405/05/201302/12/2013
KAYANE DIAS CUBA410/08/201410/12/2014
MARTA SILVEIRA DA MOTA KRUGER802/05/201303/05/2015
RENATA PICANÇO CASARIN402/05/201303/05/2015

Página gerada em 27/10/2020 04:38:37 (consulta levou 0.060141s)