Nome do Projeto
Farmacovigilância: uma ferramenta do profissional farmacêutico na proteção da saúde dos pacientes internados no Hospital Escola da UFPel
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
30/10/2013 - 31/12/2015
Unidade de Origem
Área CNPq
Ciências da Saúde - Farmácia
Resumo
Titulo: Farmacovigilância: uma ferramenta do profissional farmacêutico na proteção da saúde dos pacientes internados no Hospital Escola da UFPel Objetivos Gerais: Identificar e caracterizar a ocorrência de Eventos Adversos de Medicamentos em unidades de internação de pacientes adultos do Hospital Escola da Universidade Federal de Pelotas. Objetivos específicos: Determinar a incidência de EAM; Determinar a frequência de envolvimento dos medicamentos nos EAM; Determinar a probabilidade do EAM estar relacionado ao medicamento através do algoritmo de Naranjo; Identificar as reações mais frequentes envolvidas nos EAM, por meio de monitoramento dos sinais, sintomas e parâmetros laboratoriais; Determinar o grupo de pacientes com maior risco para EAM; Metodologia: Este trabalho será desenvolvido através de um estudo seccional prospectivo no que diz respeito à ocorrência de EAM. A pesquisa será realizada por meio de monitoramento semanal em prontuários, prescrições, assim como entrevistas com profissionais de saúde, pacientes e, quando se fizer necessário, acompanhantes. Os sinais rastreadores utilizados para inclusão no estudo serão adaptados do método proposto pelo Institute for Healthcare Improvement. Esta análise contemplará estatística descritiva e associação entre a confirmação de EAM e outras variáveis de interesse a serem testadas por meio de teste qui-quadrado. Este projeto vislumbrará a identificação de EAM, que farão parte das estatísticas governamentais através do registro destes acontecimentos através da rede sentinela, a qual o HE/UFPel faz parte. Além disso, as ações pretendem quantificar estas EAM de acordo com o número de ocorrência, assim como as correlacionando com a classificação de gravidade descrita pela Organização Mundial da Saúde. Além disso, a realização deste projeto visa gerar subsídios para ações direcionadas a gerir as causas das principais interações identificadas ou mesmo desenvolver ações preventivas, identificando as interações medicamentosas ainda potenciais seguidos de intervenções adequadas para evitá-las.

Objetivo Geral

Identificar e caracterizar a ocorrência de EAM em unidades internação
de pacientes adultos (Clínica Médica e Unidade de Terapia Intensiva de Adultos) no Hospital Escola da Universidade Federal de Pelotas.
Determinar a incidência de EAM; Determinar a frequência de envolvimento dos medicamentos nos EAM; Determinar a probabilidade do EAM estar relacionado ao medicamento através do algoritmo de Naranjo; Identificar as reações mais frequentes envolvidas nos EAM, por meio de monitoramento dos sinais, sintomas e parâmetros laboratoriais (hemograma, provas de função hepática e renal); Determinar o grupo de pacientes com maior risco para EAM; Fomentar no Hospital Escola atividades relacionadas na área de Farmacovigilância através de notificação dos EAM.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ANA CAROLINA ISSLER FERREIRA KESSLER131/12/201331/12/2015
CHEMILSE DE OLIVEIRA RAPHAELLI406/04/201507/09/2015
ELISA MARIA DA SILVA MAURENTE131/12/201331/12/2015
ELIZANDRA BRAGANHOL131/12/201331/12/2015
FRANCIELI MORO STEFANELLO131/12/201331/12/2015
JOSSANA LEONARDI DE OLIVEIRA531/12/201331/12/2015
JUNIOR ANDRE DA ROSA131/12/201331/12/2015
JUNIOR ANDRE DA ROSA131/12/201331/12/2015
KATIA LESTON BACELO130/10/201303/11/2015
MARIA CRISTINA WERLANG430/10/201303/11/2015
PAOLA ARAUJO DA ROSA NICOLINI406/04/201507/09/2015
PRISCILA RODRIGUES PERES1201/08/201431/07/2015
SILVIA TREMPER MINASI130/12/201331/12/2015

Página gerada em 10/12/2018 20:10:01 (consulta levou 0.056518s)