Nome do Projeto
PROCESSO DE INCLUSÃO DE CRIANÇAS COM AUTISMO EM ESCOLAS REGULARES NA CIDADE DE PELOTAS
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
06/01/2014 - 31/07/2014
Unidade de Origem
Área CNPq
Ciências da Saúde - Fisioterapia e Terapia Ocupacional
Resumo
A inclusão escolar é um direito protegido por lei para todas as pessoa com qualquer tipo de deficiência, quando trata-se de crianças com autismo, existe até mesmo um lei única e exclusiva, defendendo os seus direitos de estudar regularmente em escolas públicas. O Autismo atualmente é classificado no Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais (DSM-IV, 2000) como Transtorno Invasivo do Desenvolvimento (TID), e caracteriza-se como um prejuízo na interação social, alterações de comunicação e padrões limitados ou estereotipados de comportamentos e interesses. Muitos são os desafios da inclusão escolas de crianças com autismo, principalmente pelo fato de que elas demoram um período de tempo maior para ambientar-se e dar-se conta do mundo ao seu redor que as crianças sem o diagnóstico de autismo. O Terapeuta Ocupacional, sendo um profissional da área da saúde, que entende o sujeito como um ser integral, intervém nos diversos âmbitos da vida social, podendo com sua atuação intervir junto a comunidade escolar, agregando conhecimentos e práticas, tornando a inclusão escolar de crianças com autismo cada vez mais efetiva. Este trabalho tem como objetivo verificar como ocorre a inclusão escolar de crianças com autismo em escolas regulares na cidade de Pelotas-RS. Trata-se de um estudo transversal descritivo de caráter qualitativo, em relação a análise de dados referente aos questionários utilizados para identificação do processo de inclusão escolar de crianças com autismo em escolas regulares do município de Pelotas. Para realizar a pesquisa serão utilizados três instrumentos específicos para avaliação do processo de inclusão escolar das crianças com autismo, um específico para os professores com contato direto com o aluno com autismo, um específico para a direção da escola e um específico para os responsáveis diretos da criança com autismo incluída na escola regular.

Objetivo Geral

Objetivo Geral
Verificar como ocorre a inclusão escolar de crianças com autismo em escolas regulares na cidade de Pelotas-RS.

Objetivos Específicos
Verificar se as leis de inclusão brasileiras estão sendo cumpridas nas escolas regulares de Pelotas.
Averiguar em quais atividades escolares essas crianças estão incluídas de fato.
Verificar a existência de material de apoio pedagógico nas escolas.
Identificar o que pensam os pais sobre como a inclusão escolar de seus filhos está sendo realizada.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
MARIANA DUMER BORGES406/01/201431/07/2014

Fontes Financiadoras

Sigla / NomeValorAdministrador
Recursos própriosR$ 114,00

Página gerada em 20/10/2019 13:56:56 (consulta levou 0.086579s)