Nome do Projeto
Atitude Empreendedora em diferentes ambientes universitários
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
29/01/2014 - 30/01/2016
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências Sociais Aplicadas - Administração
Resumo
Ao começar uma empresa, nenhum indivíduo está agindo por reflexo. O empreendedorismo é um comportamento planejado, e mais que isso, é uma maneira de pensar que enfatiza as oportunidades diante das ameaças. Assim, o processo de identificação de oportunidades, trata-se de um processo intencional, onde compreender os antecedentes das intenções aumenta a compreensão do comportamento pretendido (abrir uma empresa). Os estudos já realizados com intenções empreendedoras não consideram as diferenças ambientais nas intenções e nos seus antecedentes (atitudes). Então, uma alternativa para melhorar a predição das tendências comportamentais é a utilização dos modelos de intenção considerando o papel das diferenças ambientais. Este projeto é uma tentativa na direção de estudar as diferenças ambientais nas intenções empreendedoras. Para tal utilizaremos o modelo de intenções “Evento Empreendedor”, originalmente criado por Shapero (1982), e adaptado mais recentemente por Krueger et al, (2000) e Shetty (2010), para medir as características atitudinais/intencionais dos estudantes universitários brasileiros. No projeto assumimos que as universidades influenciam as intenções empreendedoras dos estudantes. Mais que isto, assumimos que elas têm influência distinta. Tendo em vista que as universidades públicas têm maior interferência do governo e de seus projetos, espera-se que o ambiente é menos propício ao desenvolvimento de atitudes empreendedoras e conseqüentemente ao surgimento de intenção empreendedora entre os estudantes. Já em relação às universidades privadas assume-se que estas por estarem mais propensas as forças do mercado, necessitam adaptar-se com mais freqüência e, portanto, seu ambiente é mais capaz de influenciar positivamente nas atitudes dos estudantes em direção a uma carreira profissional empreendedora. A base de dados será levantada em quatro universidades do Rio Grande do Sul (2 públicas e 2 privadas).

Objetivo Geral

O objetivo deste projeto é analisar e comparar a influência das Instituições de Ensino Superior (IES) públicas e privadas na intenção e atitudes empreendedoras dos estudantes universitários

Objetivos Específicos:

1. Analisar como a intenção empreendedora é formada;
2. Analisar como crenças, percepções e motivos se fundem na intenção de iniciar um novo negócio;

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
HENRIQUE SOUZA BRAZ129/01/201430/01/2015
MARIA RENATA MARTINEZ BARRAL2029/01/201429/03/2015
TAIS BARBOSA BECKER229/01/201430/01/2015

Fontes Financiadoras

Sigla / NomeValorAdministrador
FAPERGS (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul)R$ 24.000,00

Página gerada em 07/04/2020 00:06:41 (consulta levou 0.062790s)