Nome do Projeto
Menarca precoce e sibilância: Coorte de Nascidos Vivos em Pelotas, 1993
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
30/03/2014 - 28/02/2015
Unidade de Origem
Área CNPq
Ciências da Saúde - Saúde Coletiva - Epidemiologia
Resumo
A asma, certamente, constitui uma importante causa de morbi-mortalidade na vida dos indivíduos, apresentando-se como uma das causas mais frequentes de internações por doenças crônicas na vida dos adolescentes (8, 33). Como resultante, pode levar a ausências no trabalho, ausências escolares e grandes custos tanto aos familiares como para o sistema de saúde (7, 60). Em 2000, entre as causas de internações, as doenças respiratórias ocuparam o segundo lugar na cidade de Pelotas, sendo a asma responsável por 28% dessas hospitalizações (http://www.datasus.gov.br). A idade da menarca vem mostrando uma tendência a ocorrer mais precocemente nos últimos 100 anos (16, 41, 51). As razões para este declínio na idade da menarca são multifatoriais e envolvem uma gama de influências genéticas e ambientais (16, 53, 61). Alguns estudos têm mostrado que as mulheres com menarca precoce têm maior risco de apresentar asma, devido a influências de fatores hormonais (13, 14, 26, 45). Esta poderia ser uma das razões para o aumento da incidência de sibilância durante o período de adolescência nos últimos anos. O estudo de Galobardes, ao contrário, detectou associação entre asma e menarca tardia (48), e o de Burgess não encontrou nenhuma associação com a menarca (49). A relação entre a menarca precoce e a incidência de asma/sibilância na adolescência ainda não tem sido abordada suficientemente para estabelecer uma relação causal entre esses fenômenos e os resultados ainda são inconsistentes na literatura. Frente aos dados de literatura mostrando diminuição da idade da menarca e aumento da prevalência de asma/sibilância em alguns países, decidiu-se utilizar a coorte de nascimentos de 1993, da cidade de Pelotas, para avaliar este tema e futuras intervenções.

Objetivo Geral


Objetivo geral


Investigar o efeito da idade precoce da menarca sobre a incidência de sibilância/asma nas meninas, dos 11 aos 18 anos, em uma corte de nascimento de 1993 na zona urbana do município de Pelotas.


Objetivos específicos


1-Avaliar a associação entre a menarca precoce (<11 anos) e a incidência de sibilância/asma dos 11 aos 15 anos, dos 15 aos 18 anos e dos 11 aos 18 anos.
2-Avaliar a associação entre a menarca precoce (<11 anos) e a gravidade de sibilância/asma dos 11 aos 15 anos, dos 15 aos 18 anos e dos 11 aos 18 anos.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
FERNANDO CESAR WEHRMEISTER130/03/201428/02/2015
JOSEPH GARY230/03/201428/02/2015

Fontes Financiadoras

Sigla / NomeValorAdministrador
CAPESR$ 75.000,00
Recursos própriosR$ 7.000,00

Página gerada em 25/06/2019 05:03:09 (consulta levou 0.090827s)