Nome do Projeto
Adequação do comportamento alimentar de idosos às diretrizes brasileiras para uma alimentação saudável
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
30/03/2014 - 28/02/2015
Unidade de Origem
Área CNPq
Ciências da Saúde - Saúde Coletiva - Epidemiologia
Resumo
Embora diversos fatores influenciem o estado de saúde, a nutrição adequada é considerada um dos principais determinantes do envelhecimento saudável (BERNSTEIN et al., 2012). A alimentação é fundamental não apenas para suprir as necessidades orgânicas, mas também para proporcionar bem-estar social, cultural e psicológico (BERNSTEIN et al., 2012). Apesar da reconhecida importância, ainda são escassos os trabalhos que avaliam o comportamento alimentar de idosos e, mais escassos ainda, aqueles que avaliam o seguimento às diretrizes alimentares preconizadas pelo governo brasileiro, conforme constatado na revisão de literatura deste projeto. Os poucos estudos nacionais encontrados revelam que os idosos apresentam, de forma geral, dieta de baixa qualidade e que a grande maioria das recomendações para uma alimentação saudável propostas pelo Ministério da Saúde não são cumpridas. O baixo consumo de FLV, de leite e derivados, a baixa ingestão hídrica e a alta taxa de sedentarismo nesta população aparecem como os principais desafios a serem enfrentados pelos profissionais de saúde na promoção de um estilo de vida saudável em idosos. Tendo em vista que a tendência de envelhecimento populacional observada em diversos países, também ocorre no Brasil (UNITED NATIONS, 2013) e que aproximadamente 80% dos idosos brasileiros possuem pelo menos uma doença crônica (IBGE, 2010), a realização de estudos que avaliem o comportamento alimentar deste grupo populacional assumem grande importância. A partir do conhecimento fornecido pelos estudos, é possível saber se as estratégias para uma alimentação saudável, adotadas no Brasil, estão sendo seguidas e se há necessidade de reformulação das mesmas. Desta forma, o presente trabalho poderá contribuir com a área de saúde ao avaliar se a alimentação dos idosos está adequada frente às recomendações nutricionais consideradas importantes para a manutenção da saúde e, consequentemente, para o envelhecimento saudável.

Objetivo Geral

Objetivo geral


Avaliar a prevalência de adequação do comportamento alimentar às diretrizes brasileiras para uma alimentação saudável, em idosos residentes na zona urbana de Pelotas, Rio Grande do Sul.

Objetivos específicos

Descrever a adequação do comportamento alimentar de idosos às recomendações brasileiras para uma alimentação saudável, de acordo com as seguintes variáveis:

-Socioeconômicas (classe econômica, escolaridade);
-Demográficas (sexo, idade, estado civil e cor da pele);
-de risco nutricional (dificuldade de mastigação ou deglutição, dificuldade financeira para compra de alimentos, realização das refeições sozinho).

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ANA LUIZA GONÇALVES SOARES130/03/201428/02/2015
ANA PAULA GOMES DOS SANTOS230/03/201428/02/2015

Fontes Financiadoras

Sigla / NomeValorAdministrador
CAPESR$ 75.000,00
Recursos própriosR$ 7.000,00

Página gerada em 12/12/2018 13:21:19 (consulta levou 0.060191s)