Nome do Projeto
SB BRASIL 2010: Uso e necessidade de prótese dentária em adultos e idosos
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
30/03/2014 - 28/02/2015
Unidade de Origem
Área CNPq
Ciências da Saúde - Saúde Coletiva - Epidemiologia
Resumo
Entre os pressupostos assumidos pelo governo na PNSB consta a utilização da epidemiologia e das informações sobre o território para subsidiar o planejamento (39). Até a década de 80, o país era carente em dados epidemiológicos de saúde bucal de abrangência nacional; os primeiros levantamentos epidemiológicos nacionais de saúde bucal foram realizados em 1986 e 1996. No entanto, esses estudos não foram completos e representativos, e tampouco fizeram parte da política de planejamento vigente na época (40). Entre 2000 e 2003 foi realizado o projeto SB Brasil 2003: “Condições de Saúde Bucal da População Brasileira”(41), o qual foi apontado várias críticas quanto ao processo de amostragem e à sua representatividade para cada uma das macrorregiões brasileiras (42). Após, houve a criação do projeto SB Brasil 2010: Pesquisa Nacional de Saúde Bucal (SBB 10), o qual aperfeiçoou a proposta metodológica do SBB 03, e tornou-se a principal estratégia de vigilância em saúde bucal com base na produção de dados primários (40). É uma pesquisa de base nacional, com representatividade para as capitais de estado e o Distrito Federal e para as cinco regiões naturais do país; conforme divisão territorial estabelecida pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE): Norte, Nordeste, Sudeste, Sul e Centro-oeste (40) e teve como objetivo principal estimar a situação de saúde bucal da população brasileira urbana em 2010, além de buscar avaliar as ações e serviços prestados pelo SUS (11). Para avaliar a perda dentária e a proporção da população que tem acesso ao tratamento protético e que necessita de reabilitação, foi utilizado um indicador denominado Uso e Necessidade de Prótese, o qual é recomendado pela OMS (25). A transição demográfica junto à alta prevalência de perdas dentárias em adultos e idosos e, por conseguinte, a alta prevalência de pessoas que necessitam de próteses dentárias justifica a importância de estudar e analisar os dados do projeto SBB 10 em relação ao uso e à necessidade de prótese dentária. A capacidade mastigatória, afetada pela ausência de dentes, pode ser em parte recuperada pelo uso de próteses dentárias (15). Sendo assim, é de extrema relevância o tema desse estudo, pois poderá ajudar a reforçar a necessidade de pressão sobre os formuladores de políticas públicas e gestores para a ampliação da oferta do serviço de LRPD nas regiões onde for comprovada maior necessidade de tal serviço.

Objetivo Geral

Objetivo Geral


Verificar a prevalência do uso e da necessidade de prótese dentária na população das faixas etárias de 35 a 44 anos e 65 a 74 anos nas cinco macro regiões do Brasil de acordo com dados do SBB 10.



Objetivos específicos


-Avaliar a associação do uso e da necessidade de próteses dentárias com fatores socioeconômicos e demográficos: gênero, raça, renda familiar e grau de escolaridade e também, o uso de serviços odontológicos em cada macro região do país;
-Comparar a necessidade de uso de prótese normativa (determinada pelo Cirurgião-dentista), com a sentida pelo próprio paciente (auto-percepção).

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
DIOGO ARAUJO DA CONCEIÇÃO1201/08/201431/07/2015
JULIANA SOUSA AZEVEDO230/03/201430/06/2014
MARCOS BRITTO CORREA130/03/201430/06/2014

Fontes Financiadoras

Sigla / NomeValorAdministrador
Recursos própriosR$ 2.695,00

Página gerada em 14/12/2018 12:57:25 (consulta levou 0.076457s)