Nome do Projeto
ATIVIDADE FÍSICA, SATURAÇÃO DA ATIVIDADE VAGAL E VARIABILIDADE DA FREQUÊNCIA CARDÍACA EM CRIANÇAS
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
05/05/2014 - 12/05/2016
Unidade de Origem
Área CNPq
Ciências da Saúde - Educação Física
Resumo
A variabilidade da frequência cardíaca (VFC) é uma medida que descreve as oscilações no intervalo entre batimentos cardíacos consecutivos (intervalos R-R), estando estes relacionados às influências do sistema nervoso autônomo (Task Force, 1996). A mensuração do intervalo R-R pode ser realizada tanto por eletrocardiograma como por cardiofrequencímetros portáteis (Gamelin et al., 2006). Quanto maior a variabilidade temporal dos intervalos entre os batimentos consecutivos (R-R), maior a atividade parassimpática. A população pediátrica tem comportamento cardiovascular diferenciado com relação aos adultos. Crianças em geral exibem frequência cardíaca maior na situação de repouso quando comparadas a adultos (Rowland, 2005). Com pessoas adultas, estudo prévio da VFC de repouso apontou 50 batimentos por minuto (bpm) como ponto de saturação, caracterizado pelo platô ou queda na medida de alta frequência (HF - 0,15 - 0,6 Hz, modulação parassimpática), mesmo quando os intervalos R-R ainda aumentavam (Kiviniemi et al., 2004; Kiviniemi et al., 2006). A partir dos valores de intervalos R-R registrados a cada período de 5 minutos dentro das 24 horas pode se calcular a densidade espectral na banda de alta frequência (HF) de cada período. Ao plotar os valores médios de intervalos R-R com o respectivo valor de HF, dois padrões são esperados: 1) relação linear; 2) relação não linear com saturação (platô) do HF em função dos intervalos R-R. Estudos com relação ao ponto de saturação em crianças e adolescentes são inexistentes; neste contexto, desdobramentos de pesquisas com relação ao aumento da VFC em função de processos de intervenção como o exercício físico ficam limitados. Se por um lado a literatura relata um aumento na VFC em crianças e adolescentes que se submeteram a diferentes protocolos de exercícios físicos (Goulopoulou et al., 2006; Buchheit et al., 2007; Buchheit et al., 2008; Gamelin et al., 2009), por outro não se tem conhecimento sobre saturação da medida nesta população específica. Logo, a magnitude das mudanças da VFC em exercício físico podem apresentar vieses caso exista um limite teto de saturação.A escassez de investigações sobre a reprodutibilidade das medidas de VFC em crianças, somadas aos resultados conflitantes entre poucos estudos já conduzidos, levam a motivação para novas investigações com essa população específica.

Objetivo Geral

Verificar a prevalência de saturação da atividade vagal cardíaca e a reprodutibilidade das medidas de VFC de repouso durante 24 horas, no período noturno e em intervalos curtos de 5 minutos em crianças saudáveis.
Verificar a associação entre variabilidade da frequência cardíaca e nível de atividade física.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
CRISTIANO DALL` AGNOL805/05/201422/12/2014
FELIPE DELGADO DUARTE1201/05/201531/07/2015
JONATHAN BARTH805/05/201422/12/2014
JOÃO VIANEI FERNANDES MACHADO505/05/201422/12/2014
PEDRO RODRIGUES CURI HALLAL105/05/201409/05/2016
VINÍCIUS ZIMMER DA SILVA1201/08/201430/04/2015

Página gerada em 09/12/2018 17:38:59 (consulta levou 0.070800s)