Nome do Projeto
ATIVIDADE FÍSICA E BARREIRAS EM CRIANÇAS DE PELOTAS COM AUTISMO
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
05/05/2014 - 31/12/2015
Unidade de Origem
Área CNPq
Ciências da Saúde - Educação Física
Resumo
O autismo é um transtorno complexo e abrangente do neurodesenvolvimento, caracterizado por déficit na interação social, na comunicação, e pela presença de comportamentos restritos e estereotipados. Esses déficits podem ser amenizados com uma prática regular de atividade física. Objetivo desta pesquisa é descrever o padrão de atividade física de crianças com autismo entre quatro e 10 anos de idade residentes de Pelotas e investigar as barreiras para a prática de atividade física neste mesmo grupo de crianças. O presente trabalho define-se como um estudo epidemiológico transversal realizado com uma amostra de aproximadamente 70 crianças com autismo - 4 e 10 anos -, residentes em Pelotas, RS. A amostragem foi feita de forma intencional buscando todas as crianças que recebem algum tipo de atendimento nas instituições da cidade. Foram coletadas informações socioeconômicas, demográficas, relacionadas a saúde, indicadores do estilo de vida e informações sobre os fatores determinantes para prática de atividade física. Para operacionalização da atividade física foram utilizadas medidas por acelerometria e também pelo questionário.

Objetivo Geral

Descrever o padrão de atividade física de crianças com autismo entre quatro e 10 anos de idade residentes de Pelotas e investigar as barreiras para a prática de atividade física neste mesmo grupo de crianças.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ALEXANDRE CARRICONDE MARQUES105/05/201431/12/2014
ANDRESSA VALADARES TABELIÃO505/05/201431/12/2015
GABRIELE RADUNZ KRÜGER1005/05/201431/12/2015
MARLUCI RAQUEL MACHADO SCHAFER1201/08/201431/07/2015

Página gerada em 11/12/2018 04:58:35 (consulta levou 0.083611s)