Nome do Projeto
Uso e necessidade de prótese em adultos uma coorte de nascidos vivos no Sul do Brasil: Incidência e associação com fatores experimentados ao longo do ciclo vital
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
19/05/2014 - 31/12/2016
Unidade de Origem
Área CNPq
Ciências da Saúde - Odontologia
Resumo
Recente levantamento de saúde bucal realizado no Brasil (SB-Brasil 2010) revelou que a prevalência de necessidade de prótese sofre um aumento abrupto entre a juventude e o início da fase adulta. Acompanhamentos longitudinais de populações nestas faixas etárias permitiriam, além de estabelecer a incidência deste agravo, compreender os fatores que levam ao aumento desta ocorrência neste período de transição da vida, possibilitando a análise do papel que as trajetórias de variáveis socioeconômicas e de agravos bucais desempenham neste desfecho. O objetivo do presente estudo é verificar a incidência de uso e de necessidade de prótese dentária no início da vida adulta, dos 24 aos 31 anos de idade anos, em indivíduos pertencentes a uma coorte prospectiva de nascimentos, e testar a associação desta incidência com possíveis fatores de risco experimentados ao longo de suas vidas, como variáveis demográficas, socioeconômicas, comportamentais e de saúde bucal. Em 1982, todos os nascimentos hospitalares ocorridos em Pelotas foram identificados e estes indivíduos foram acompanhados por inúmeras vezes. Uma amostra desta coorte foi avaliada quanto a saúde bucal aos 15 anos e aos 24 anos de idade, respectivamente, em 1997 e 2006. Na presente pesquisa se buscará reavaliar essa amostra aos 31 anos (sub-amostra N=888), com novos exames bucais e aplicação de questionário. Os desfechos deste trabalho serão o uso e a necessidade de prótese dentária, coletados pela primeira vez nesta população em 2006. As variáveis de exposição são relativas à dados dos diversos estudos realizados anteriormente nesta amostra e incluem dados de trajetória socioeconômica, trajetória de cárie dentária, variáveis comportamentais, de acesso à serviços de saúde bucal e variáveis clínicas. Será calculada a incidência dos desfechos (Uso e Necessidade de prótese) e utilizados modelos multivariados (Regressão de Poisson com variância robusta) para estimar os fatores de risco à necessidade de prótese.

Objetivo Geral

OBJETIVO GERAL
O objetivo do presente estudo é verificar a incidência de uso e de necessidade de prótese dentária no início da vida adulta, dos 24 aos 31 anos de idade anos, em indivíduos pertencentes a uma coorte prospectiva de nascimentos, e testar a associação desta incidência com possíveis fatores de risco experimentados ao longo de suas vidas, como variáveis demográficas, socioeconômicas, comportamentais e de saúde bucal.


Objetivos específicos
- Estimar a incidência do uso e da necessidade de prótese no perído de transição entre a juventude e a idade adulta.
- Determinar se as mudanças longitudinais ocorridas na vida destes indivíduos, como na trajetória socioeconômica e na trajetória de ocorrência agravos bucais, estão associadas ao uso e a necessidade de prótese dentária.
- Avaliar a associação do uso e da necessidade de prótese com o padrão de utilização de serviços de saúde bucal.
- Determinar qual agravo bucal (cárie ou doença periodontal) está mais associado ao aumento da necessidade de prótese na transição da juventude para a idade adulta.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
FLAVIO FERNANDO DEMARCO119/05/201431/12/2016
GABRIEL PINHEIRO GUERREIRO1201/08/201431/07/2015
HUGO RAMALHO SARMENTO819/05/201431/12/2016

Fontes Financiadoras

Sigla / NomeValorAdministrador
CNPqR$ 27.989,00

Página gerada em 25/06/2019 23:34:08 (consulta levou 0.071566s)