Nome do Projeto
INSATISFAÇÃO CORPORAL FEMININA E PRÁTICA DE ATIVIDADE FÍSICA EM FREQUENTADORAS DE ACADEMIA NA CIDADE DE PELOTAS
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
15/07/2014 - 22/12/2014
Unidade de Origem
Área CNPq
Ciências da Saúde - Educação Física
Resumo
A imagem corporal corresponde a diversos fatores cognitivos e multissensoriais da organização cerebral do indivíduo. Em determinados momentos, essa imagem pode apresentar distorções, gerando a insatisfação corporal, que pode ser brevemente definida como uma autoavaliação negativa em relação a como o indivíduo enxerga seu corpo. Em vista disso, homens e mulheres são vítimas da ditadura da beleza hedônica, sendo que o sofrimento na busca do corpo perfeito não tem limites de gênero. No Brasil, o panorama de insatisfação corporal não tem se mostrado diferente do observado em estudos internacionais ao longo dos anos. Para avaliar este desfecho, e como o mesmo se relaciona com a prática de atividade física, serão entrevistadas mulheres de 18 a 30 anos, frequentadores regulares de academias na cidade de Pelotas.

Objetivo Geral

Objetivo geral
Analisar o nível de insatisfação corporal de mulheres adultas jovens, e como esta insatisfação se distribui entre diferentes níveis de prática de atividade física.
Objetivos específicos
Relacionar o desfecho insatisfação corporal (dicotômico), com as seguintes variáveis preditoras:
• características socioeconômicas e demográficas;
• status de relacionamento;
• índice de Massa Corporal (IMC);
• diferentes níveis de atividade física;
• autopercepção de saúde;
• práticas de controle da massa corporal;
• motivos para a prática de atividade física;
• autoestima.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
LUAN MERSEBURGER PICANÇO1201/08/201431/07/2015

Página gerada em 16/09/2019 01:16:36 (atualização a cada 15 minutos)