Nome do Projeto
ESCRITA DE CARTAS AOS PROFESSORES QUE MARCARAM: memórias e imaginários ressonantes como fermentos de (auto)formação?
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
02/06/2014 - 31/08/2015
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências Humanas - Educação - Tópicos Específicos de Educação
Resumo
Esta pesquisa assenta-se, em primeiro lugar, na nossa experiência como docentes que vêm trilhando o caminho metodológico do ensino e da pesquisa com base na pesquisa-formação preconizada por Josso (2004; 2010) e Delory-Momberger (2008). Tal abordagem instiga possibilidades para problematizar as histórias de vida, pontualmente as autobiografias aprendentes, levando-nos a pensar nas seguintes questões: Como as experiências da minha vida contribuem para os sentidos que dou àquilo que vivi? O que aconteceu para que eu viesse a ter as ideias que hoje tenho? Como cheguei até aqui? Enfim, desejamos encontrar o mundo de experiências, de figuras e expectativas que o jovem e o adulto em formação trazem consigo. Em segundo lugar, a pesquisa se justifica por estar vinculada aos pressupostos teóricos trabalhados pelo Grupo de Estudos e Pesquisas sobre Educação, Imaginário e Memória (GEPIEM), que há 14 anos estuda e pesquisa nas fronteiras e limites destes temas em relação, a partir da Antropologia do Imaginário (DURAND, 1988;1989) e da memória como ressonância e repercussão (BACHELARD, 1993). Como pesquisadores destas áreas, temos percebido que velhas fontes de pesquisa podem ser revisitadas a partir de outros pontos de vista. Neste caso, a carta como um gênero epistolar e também uma fonte de pesquisa, será tematizada à luz dos estudos do imaginário e das histórias de vida como pesquisa-formação, projeto e obra (JOSSO, op. cit.). O trabalho investigativo estará direcionado a dois segmentos de profissionais em formação: professores e tecnólogos. Tem sua origem em uma prática de ensino onde foram analisadas 45 cartas escritas por estudantes do 1° semestre do Curso de Pedagogia (2013), para professores que marcaram positiva ou negativamente seus anos iniciais de formação. Como proposta de pesquisa, se ampliará a dois curso superiores de tecnologia, uma vez que será desenvolvida interinstitucionalmente, assim como indica a formação da equipe de trabalho deste projeto. Também contribuirá para recolocar a importância do professor no trajeto de formação de pessoas, independente da área em que atuarão. Embora seja obvio e pueril dizer, mas dizemos que nenhuma pessoa ascende no seu trajeto de formação profissional independente de um professor.

Objetivo Geral

A pesquisa tem como objetivo central identificar as representações – imagens e imaginários presentes na escrita de cartas para professores do passado, que mais marcaram a trajetória de formação dos sujeitos de pesquisa.
Para isso têm-se como principais metas e objetivos:
1) Estimular que os sujeitos escrevam cartas para professores do passado.
2) Mapear os elementos simbólicos e explícitos na escrita das cartas.
3) Buscar elos entre a escrita para o professor que marcou a partir da influência que teve na escolha profissional atual do remetente. Pontualmente, no que se refere às experiências narradas e os sentidos atribuídos pelo remetente àquilo que viveu.
4) Realizar um encontro com todos os sujeitos envolvidos para leitura das cartas e cotejamento com o que foi encontrado pelos pesquisadores.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
NATALI SILVEIRA ROCHA1201/08/201431/07/2015
PRISCILA BROCK BARBOSA1201/08/201431/07/2015

Página gerada em 07/04/2020 01:15:29 (consulta levou 0.053790s)