Nome do Projeto
Avaliação radiográfica do prognóstico de dentes permanentes avulsionados: estudo retrospectivo
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
07/07/2014 - 31/07/2015
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências da Saúde - Odontologia - Radiologia Odontológica
Resumo
A avulsão ou o completo deslocamento do dente de seu alvéolo, é o trauma dental mais complicado e o que gera as maiores sequelas ao paciente. Esse tipo de trauma, sem o devido tratamento, pode acarretar danos fonéticos, funcionais e estéticos ao paciente, sendo o reimplante a forma mais adequada de trata-lo. Todavia, o prognóstico do reimplante é altamente dependente de inúmeros fatores. Assim, este estudo terá por objetivo avaliar, radiograficamente, o prognóstico de dentes permanentes avulsionados relacionando os aspectos radiográficos com dados relativos ao trauma, à conduta terapêutica e ao paciente. Os dados serão coletados à partir de um censo dos prontuários dos pacientes atendidos no Programa de Extensão CETAT da FO UFPel, entre março de 2005 a dezembro de 2013. Buscar-se-ão dados relativos ao paciente, à história do trauma e à conduta terapêutica aplicada, assim como possíveis alterações radiográficas nos exames de acompanhamento correspondentes à 1, 3, 6 e 12 meses após o trauma. Será aplicada a estatística descritiva e o teste Qui-quadrado com intervalo de confiança de 95.%.

Objetivo Geral

Objetivo Geral: Avaliar, radiograficamente, o prognóstico de dentes permanentes que sofreram trauma de avulsão, em pacientes atendidos no Programa de Extensão “Centro de Estudo, Tratamento e Acompanhamento de Traumatismo de Dentes Permanentes (CETAT)”, da Faculdade de Odontologia da Universidade Federal de Pelotas (FO UFPel). Objetivos Específicos: 1. Relacionar os aspectos radiográficos encontrados nestes dentes avulsionados com dados relativos ao trauma, à conduta terapêutica e ao paciente; 2. Identificar as características demográficas da população acometida pelo trauma de avulsão atendidos no CETAT; 3. Identificar os dentes com maior prevalência do trauma de avulsão na população atendida no CETAT; 4. Identificar a etiologia para o trauma de avulsão dentária na população atendida no CETAT.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
CRISTINA BRAGA XAVIER107/07/201431/07/2015
FELIPE MARTINS SILVEIRA207/07/201431/07/2015
JOSUE MARTOS107/07/201431/07/2015
LÍVIA MATTGE207/07/201431/07/2015
MARCOS AUGUSTO LOURENÇO DA SILVA407/07/201431/07/2015

Página gerada em 20/11/2019 02:49:38 (consulta levou 0.090302s)