Nome do Projeto
Influência do herbicida imazapyr+imazapic no metabolismo secundário e na qualidade fisiológica de sementes de soja cultivada em terras altas e rotacionada com arroz irrigado
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
03/08/2014 - 02/08/2018
Unidade de Origem
Área CNPq
Ciências Agrárias - Agronomia - Matologia
Resumo
O surgimento de novas tecnologias de soja resistente a herbicidas buscam auxiliar o produtor no manejo de plantas daninhas. O sistema de rotação de culturas como soja em rotação com arroz irrigado pode ser considerado uma opção rentável para o manejo de plantas daninhas como o arroz-vermelho, com consequente diminuição no uso de herbicidas ou utilização de herbicidas menos tóxicos ao ambiente. Sendo assim, os objetivos deste projeto são: avaliar a qualidade fisiológica da semente e a fitotoxicidade a cultura da soja contendo as tecnologias Cultivance, STS e Convencional, frente ao resíduo de doses crescentes do herbicida imazapyr+imazapic aplicado anteriormente à cultura do arroz irrigado; avaliar o efeito da aplicação de doses crescentes do herbicida imazapyr+imazapic na qualidade fisiológica da semente e na fitotoxicidade a cultura da soja Cultivance, STS e Convencional, em área de terras altas; verificar as alterações nos compostos do metabolismo secundário e os danos celulares em folhas de soja Cultivance, STS e Convencional, causados pelo herbicida imazapyr + imazapic; e, quantificar a atividade da enzima ALS na soja Cultivance, STS e Convencional. Para tanto, serão realizados quatro estudos, a campo, casa de vegetação e laboratórios da Universidade Federal de Pelotas. Serão realizados experimentos a campo em duas estações de cultivo subsequentes, primeiro será semeado arroz irrigado e aplicadas doses crescentes do herbicida imazapyr+imazapic, no ano seguinte a área será rotacionada com soja Cultivance, STS e Convencional, avaliando, assim a qualidade fisiológica da semente. Será realizado, também, o cultivo das tecnologias de soja em terras altas e aplicadas as mesmas doses do herbicida, desta vez em pós-emergência, avaliando, também a qualidade fisiológica da semente e a fitotoxicidade a cultura. Serão avaliadas variáveis fisiológicas, tais como metabólitos secundários, danos celulares, e ainda será realizada a análise da atividade da enzima ALS das novas tecnologias em estudo. Espera-se, com os resultados auxiliar o produtor de sementes a obter um produto de maior qualidade com controle satisfatório de plantas daninhas.

Objetivo Geral

Avaliar o efeito do herbicida imazapyr+imazapic na qualidade fisiológica da semente das novas tecnologias de soja Cultivance e STS, além da Convencional, quando semeadas em rotação com o arroz irrigado, em terras baixas, e em terras altas;
Verificar as alterações nos metabólitos secundários e os danos celulares nas folhas de soja provocadas pelo herbicida imazapyr+imazapic;
Quantificar a atividade da enzima ALS nas diferentes tecnologias.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
DIEGO SEVERO FRAGA803/08/201402/08/2018
FRANCISCO AMARAL VILLELA103/08/201402/08/2018
GEISON RODRIGO AISENBERG103/08/201402/08/2018
PEDRO DIAS DA ROSA1201/08/201531/07/2016

Página gerada em 22/09/2019 22:01:40 (consulta levou 0.069767s)