Nome do Projeto
Rentabilidade econômica e seletividade das artes de pesca para captura da viola (Loricariichthys anus) utilizadas por pescadores artesanais da Lagoa Mangueira,RS
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
25/10/2014 - 01/02/2017
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências Agrárias - Recursos Pesqueiros e Engenharia de Pesca - Exploração Pesqueira de Águas Interiores Manejo e Conserv. de Recursos Pesqueiros de Águas
Resumo
A pesca artesanal é bastante difundida entre as comunidades tradicionais pesqueiras, devido ao seu investimento relativamente baixo, tanto em equipamentos quanto em necessidade de recursos humanos especializados e menor custo quando comparado às demais tipos de pesca. Segundo Tomás (2003), a crise na pesca nacional, é motivada basicamente por um esforço de pesca exagerado sobre recursos naturais. Um manejo pesqueiro adequado implica que os aparelhos de pesca capturem peixes adultos (maturos), permitindo que os menores (imaturos) escapem (ARMSTRONG et al., 1990), garantindo, deste modo, a possibilidade de reprodução e renovação da população. A isto, denomina-se seleção, e ao estudo que a regula, de seletividade. A Lagoa Mangueira localiza-se na região sul do estado do Rio Grande do Sul, entre as dunas que separam o município de Santa Vitória do Palmar e o Oceano Atlântico. . O tipo de pesca profissional utilizada nessa região é a pesca artesanal, a qual é a única fonte de renda de inúmeras famílias. A arte de pesca empregada na Lagoa Mangueira é a rede de emalhar, onde as mais utilizadas são as malhas de 30, 35, 40, 45, 50 e 55 mm entrenós adjacentes (SANTOS et al., 2014). Entretanto, de acordo com a Instrução Normativa nº 2 de 09/02/2004 do IBAMA/SEAP, o tamanho mínimo de malha permitida na Lagoa Mangueira é de 40 mm entre nós adjacentes (IBAMA 2008). Piedras et al. (2012) afirma que como consequência do uso de redes menores que o recomendado a quantidade e o tamanho médio dos peixes capturados vêm diminuindo, resultando na redução de seus rendimentos ao longo do tempo. O rendimento é um fator importante a se considerar, pois deve-se ter parâmetros pré-estabelecidos para definir o melhor tamanho de peixe que será economicamente viável para o pescador, pois através deste, pode-se fazer uma estimativa de produtividade na época de captura da espécie. De acordo com Silvano e Begossi (2001) nestes casos os pescadores passam a utilizar maior quantidade de redes e diminuem o tamanho da malha, ou seja, intensificam o esforço da pesca, para manter a viabilidade econômica da atividade. O objetivo deste estudo é determinar o rendimento econômico e seletividade das artes de pesca utilizadas por pescadores locais, sendo a viola (Loricariichthys anus) a principal espécie capturada na Lagoa Mangueira (SANTOS et al.,2014).

Objetivo Geral

Objetivo Geral
Identificar o tamanho da malha de maior eficiência do ponto de vista econômico e sustentável e a seletividade das malhas em estudo para a pesca da viola na Lagoa Mangueira, RS.
Objetivos Específicos

• Determinar a seletividade entre as malhas 30mm e 35mm entrenós adjacentes.
• Determinar qual das malhas em estudo obtém melhor rendimento de carcaça.
• Contribuir com a sustentabilidade da pesca artesanal da região.
• Contribuir no desenvolvimento econômico das famílias de pescadores que atuam na Lagoa Mangueira.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ALINE CONCEIÇÃO PFAFF DE BRITTO625/10/201401/02/2017
CAROLINA GAYA MACHADO425/10/201401/02/2017
CRISTIANO COSTENARO FERREIRA625/10/201401/02/2017
DAIANE MACHADO SOUZA2025/10/201401/02/2017
FERNANDA BRUNNER HAMMES425/10/201401/02/2017
JUVENCIO LUIS OSORIO FERNANDES POUEY225/10/201401/02/2017
SUZANE FONSECA FREITAS425/10/201401/02/2017
VERÔNICA HAMMES GARCIA625/10/201401/02/2017

Fontes Financiadoras

Sigla / NomeValorAdministrador
PROAPR$ 3.000,00

Página gerada em 20/01/2021 17:51:02 (consulta levou 0.077090s)