Nome do Projeto
Vulnerabilidades da criança e adolescente com doença crônica: cuidado em rede de atenção de atenção à saúde- Pelotas
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
23/03/2015 - 31/12/2017
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências da Saúde - Enfermagem
Resumo
A criança e o adolescente que vivenciam uma doença crônica apresentam mudanças significativas no seu cotidiano, como um cuidado contínuo em uma rede de serviços para a manutenção de sua saúde. Isto pode desencadear em situações de vulnerabilidade à criança e ao adolescente e, consequentemente à sua família, que se refletem nos espaços sociais em que transitam como escola, atenção básica e hospital. Objetivo: compreender as situações de vulnerabilidade vividas pelas crianças e pelos adolescentes com doença crônica e suas famílias, nas dimensões individual, social e programática, pós-hospitalização sob a perspectiva do crescimento e desenvolvimento, cuidado e educação em saúde, nos contextos da escola e da atenção básica nos municípios de Porto Alegre, Pelotas e Palmeira das Missões,e Chapecó . Trata-se de um projeto multicêntrico envolvendo pesquisadores das instituições: Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre (UFSCPA), Universidade Federal de Santa Maria do Centro de Educação Superior Norte (UFSM/CESNORS Palmeira das Missões), Universidade Federal de Pelotas (UFPel) e Universidade do Estado de Santa Catarina do Centro Educacional do Oeste (UDESC) no município de Chapecó/Santa Catarina; os quais são vinculados ao Grupo de Estudos no Cuidado à Saúde nas Etapas da Vida (CEVIDA) da UFRGS. A pesquisa constitui em duas etapas, uma quantitativa e outra qualitativa. A etapa quantitativa ocorrerá nos hospitais públicos dos municípios supracitados, a partir de consulta aos prontuários e entrevista estruturada com familiares/cuidadores. A qualitativa será realizada mediante entrevistas semiestruturadas individuais (com os familiares/cuidadores, profissionais da atenção básica e da educação) e Método Criativo Sensível (com as crianças e adolescentes com doenças crônicas). As duas etapas serão realizadas após a aprovação do Comitê de Ética em Pesquisa das Universidades. Espera-se com esta pesquisa conhecer o panorama das crianças e adolescentes com doenças crônicas que foram atendidas nas instituições (hospitalar, atenção básica e escola), enfocando suas características socioeconômicas e clínicas, o itinerário de cuidado e as situações de vulnerabilidade individual, social e programática vivenciadas por elas e suas famílias. De posse destas informações, propor estratégias de cuidado e educação em saúde para atenção à criança e adolescente com doença crônica e sua família.

Objetivo Geral

2.1 Objetivo geral:
Compreender as situações de vulnerabilidade vividas pelas crianças e pelos adolescentes com doença crônica (HIV, câncer, doenças respiratórias, mucoviscidose) e suas famílias, nas dimensões individual, social e programática, pós-hospitalização sob a perspectiva do crescimento e desenvolvimento, cuidado e educação em saúde, nos contextos da escola e da atenção básica nos municípios de Porto Alegre, Palmeira das Missões e Pelotas, no estado do Rio Grande do Sul, e Chapecó, no estado de Santa Catarina.

2.2 Objetivos Específicos:
 Caracterizar as crianças e os adolescentes com doenças crônicas que estiveram internados em hospitais públicos selecionados em cada município e seus familiares/cuidadores quanto ao perfil socioeconômico e clínico;
 Identificar as patologias crônicas prevalentes em crianças e adolescentes nos cenários de pesquisa;
 Identificar as características de crescimento e desenvolvimento de crianças e/ou adolescentes com doenças crônicas;
 Conhecer o itinerário de cuidado à saúde da criança e/ou adolescente com doença crônica;
 Avaliar a inserção da criança e/ou adolescente com doença crônica no espaço escolar e na atenção básica;
 Conhecer os fatores envolvidos nas situações de vulnerabilidade individual, social e programática vivenciadas pelas crianças e/ou adolescentes e suas famílias pós-hospitalização no enfrentamento da doença crônica;

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
BRUNA ALVES DOS SANTOS823/03/201531/12/2017
DEISI CARDOSO SOARES223/03/201531/12/2017
ELIARA BIRGIMANN GOMES423/03/201531/12/2017
JANAÍNA SUZIELI PINTO423/03/201531/12/2017
KARINE LEMOS MACIEL423/03/201531/12/2017
KIMBERLY FERREIRA MOREDA423/03/201531/12/2017
MANOELLA SOUZA DA SILVA823/03/201531/12/2017
SILVIA REGINA LOPES GUIMARAES223/03/201531/12/2017
VALÉRIA OLIVEIRA SEVERO423/03/201531/12/2017
VERA LUCIA FREITAG423/03/201531/12/2017

Página gerada em 27/01/2021 05:12:34 (consulta levou 0.124743s)