Nome do Projeto
Cadeia de Markov e Imagens de Satélite utilizadas na Modelagem da produtividade de soja em Bagé/RS
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
01/06/2015 - 31/05/2017
Unidade de Origem
Área CNPq
Ciências Agrárias - Engenharia Agrícola - Engenharia de Água e Solo
Resumo
Historicamente, a agricultura possui um papel relevante no processo de desenvolvimento do Brasil. Neste contexto, a soja é a cultura de grãos mais produzida no Brasil e de grande importância sócio-econômica. Na análise da produção de soja ao longo dos anos no Rio Grande do Sul, verifica-se a variabilidade anual nos valores de produtividade, que estão, na sua grande maioria, relacionadas às condições metereológicas. Então, existe grande importância na aquisição de dados meteorológicos consistentes para o estudo destes fatos. Ainda assim, os dados meteorológicos são freqüentemente aplicados em estudos que visam à estimativa da produtividade de culturas agrícolas. Contudo, as séries históricas de dados meteorológicos normalmente armazenadas em banco de dados podem apresentar inconsistências. Sendo então necessário que tais séries sejam constantemente revisadas, utilizando novas ferramentas computacionais e até mesmo novas metodologias. A análise de consistência de dados deve ter como objetivo a identificação e correção de erros, bem como o preenchimento de falhas das séries históricas. A utilização de imagens de satélite aliada aos modelos hidrológicos permitem estudos relacionados, por exemplo, a informações de produtividade de determinada cultura de interesse. Estudos que envolvem estimativas de produtividade vêm sendo desenvolvidos com uso de dados agrometeorológicos, associados ou não às imagens de sensoriamento remoto (SR), por meio de modelos agronômicos. Com isso o objetivo deste trabalho é estimar a produtividade de soja através de um modelo Agronômico e Imagens de satélite para o município de Bagé (RS).

Objetivo Geral

Predizer a produtividade de soja através da modelagem Agronômica com utilização da cadeia de Markov e Imagens de Satélite para o município de Bagé-RS.Analisar a consistência dos dados de temperatura média, insolação, precipitação, velocidade do vento e umidade relativa do ar;
Gerar as séries quinzenais dos dados climáticos;
Aplicar a cadeia de Markov para a modelagem da precipitação;
Adaptar um modelo de estimativa da produtividade em um SIG, ajustando-o para a cultura da soja e testando-o para o município de Bagé;
Gerar os Índices de Penalização (IPs) parciais e acumulados para cada safra analisada para toda área de estudo;
Calcular a produtividade agrícola da soja para cada safra analisada, em nível municipal;
Comparar estatisticamente os dados de produtividade gerados pela metodologia proposta frente aos oficiais, em nível municipal;
Realizar a predição dos valores de produtividade

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
CLAUDIA FERNANDA ALMEIDA TEIXEIRA GANDRA201/06/201531/05/2017
GUSTAVO BUBOLZ KLUMB101/06/201531/05/2017
PAMELA BILHAFAN DISCONZI401/06/201531/05/2017
PATRICK MORAIS VEBER1201/08/201631/07/2017
PATRICK MORAIS VEBER101/06/201531/05/2017
RODRIGO RIZZI201/06/201531/05/2017
VIVIANE RODRIGUES DORNELES101/06/201531/05/2017

Página gerada em 21/10/2019 05:48:26 (consulta levou 0.091498s)