Nome do Projeto
Mecanização e Adaptação de Implementos para Sistemas Produtivos Integrados do Nordeste Brasileiro
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
01/07/2015 - 31/07/2017
Unidade de Origem
Área CNPq
Engenharias - Engenharia Mecânica - Projetos de Máquinas
Resumo
O Sistema Agrossilvipastoril para o semiárido foi implantado nos campos experimentais da Embrapa Caprinos e Ovinos (CNPC) em 1997 e vem sendo desenvolvido e estudado pela Embrapa e parceiros desde então. O sistema foi idealizado para fornecer alternativa aos desmatamentos e queimadas provocados pela agricultura tradicional itinerante e ao extrativismo predatório da Caatinga para fins energéticos e, mais recentemente, a crescente preocupação com as mudanças climáticas e seu impacto nas atividades agropecuárias e nos recursos naturais. Existem grandes dificuldades na adoção do Sistema Agrossilvipastoril para o semiárido, uma dessas é a deficiência na mão-de-obra e excesso de trabalho, tendo sido estes fatores apontados como o principal gargalo para que os produtores rurais e agricultores familiares adotassem ou continuassem adotando o Sistema Agrossilvipastoril. O Plano de Ação 5 “Mecanização e Adaptação de Implementos para Sistemas Produtivos Integrados do Nordeste Brasileiro” tem como objetivo testar e propor adaptações a máquinas e implementos agrícolas utilizados em outros biomas brasileiros no bioma Caatinga. A proposta aqui apresentada visa possibilitar a EMBRAPA CAPRINOS E OVINOS em conjunto com o Núcleo de Inovação em Máquinas e Equipamentos Agrícolas (NIMEq) da Faculdade de Agronomia Eliseu Maciel (FAEM) da Universidade Federal de Pelotas (UFPel), adaptar e desenvolver máquinas e implementos agrícolas para serem utilizados em unidades familiares de produção do Bioma Caatinga, transferindo a tecnologia gerada diretamente as mesmas e micro e pequenas empresas da região. A idéia balizadora da proposta é de que os equipamentos obtidos devem facilitar às operações agrícolas nas unidades familiares, apresentar valor de construção compatível com as condições financeiras dos agricultores familiares e a tecnologia gerada deverá também, posteriormente, ser transferida para agricultores e micro e pequenos empresários do setor metalúrgico interessados em produzi-las.

Objetivo Geral

O objetivo principal dessa proposta é o desenvolvimento de máquinas destinadas a facilitar às operações agrícolas nas unidades familiares de produção dos Sistemas Produtivos Integrados do Nordeste Brasileiro, através de parceria entre a EMBRAPA CAPRINOS E OVINOS (CNPC) e o Núcleo de Inovação em Máquinas e Equipamentos Agrícolas (NIMEq) da Faculdade de Agronomia Eliseu Maciel (FAEM) da Universidade Federal de Pelotas (UFPel)

Devido a sua abrangência, os objetivos podem ser especificados como se segue:
1- Testar e adaptar para as condições dos Sistemas Produtivos Integrados do Nordeste Brasileiro uma semeadora para plantio direto de milho e feijão que pode ser tracionada por trator de rabiças ou animal, desenvolvida pelo Núcleo de Inovação em Máquinas e Equipamentos Agrícolas (NIMEq) da Faculdade de Agronomia Eliseu Maciel (FAEM) da Universidade Federal de Pelotas (UFPel);
2- Testar e adaptar para as condições dos Sistemas Produtivos Integrados do Nordeste Brasileiro uma semeadora-adubadora para plantio direto com sulcador rotativo a qual pode ser acoplada a tratores de rabiças, desenvolvida pelo Núcleo de Inovação em Máquinas e Equipamentos Agrícolas (NIMEq) da Faculdade de Agronomia Eliseu Maciel (FAEM) da Universidade Federal de Pelotas (UFPel);
3- Desenvolver equipamento para realização de poda nas árvores que ficam nas condições dos Sistemas Produtivos Integrados do Nordeste Brasileiro;
4- Desenvolver equipamento para abertura de área e preparo inicial nas condições dos Sistemas Produtivos Integrados do Nordeste Brasileiro;
5- Prospectar a necessidade de desenvolvimento de outras e/ou novas máquinas, implementos e equipamentos que atendam a demanda das unidades familiares de produção no Nordeste Brasileiro;
6- Validar e transferir a tecnologia gerada para agricultores e microempresas do ramo metalúrgico a fim de que a mesma seja transformada em produtos comercializáveis ou sirva de base para adaptação de máquinas pelo próprio agricultor dentro da propriedade;
7- Obter equipamentos, se semelhantes, com custo de aquisição abaixo daqueles apresentados no Programa Mais Alimentos do MDA (2009).

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ALEXANDRE CHEROBINI DALMOLIN1201/08/201531/03/2016
ALLAN PATRICK TIMM DE OLIVEIRA1201/10/201631/05/2017
ANGELO VIEIRA DOS REIS101/07/201531/07/2017
ANTONIO LILLES TAVARES MACHADO201/07/201531/07/2017
EDUARDO DA FONSECA1201/08/201530/09/2015
FABRICIO ARDAIS MEDEIROS201/07/201531/07/2017
GUILHERME YUJI SATO1201/04/201631/12/2016
KAIÃ SPIERING1201/10/201530/09/2016
MAURO FERNANDO FERREIRA101/07/201531/07/2017
MÁRCIO WALTZER TIMM401/07/201531/07/2017
RICARDO OLIANO DE CARVALHO1201/01/201731/07/2017

Fontes Financiadoras

Sigla / NomeValorAdministrador
CAPESR$ 20.000,00
EMBRAPAR$ 309.900,00

Página gerada em 22/07/2019 13:17:50 (consulta levou 0.057242s)