Nome do Projeto
Geração Fotoquímica de Vapor acoplada a Espectrometria de Emissão Óptica com Plasma Induzido por Micro-ondas para análises de Biocombustíveis
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
23/06/2015 - 04/05/2017
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências Exatas e da Terra - Química - Química Analítica
Resumo
Atualmente, as técnicas de espectrometria atômica são amplamente utilizadas para determinação elementar em diferentes tipos de amostras (biológicas, ambientais, alimentos, combustíveis, etc). A espectrometria de absorção atômica (AAS) é bastante utilizada devido ao seu baixo custo, mas apresenta algumas limitações, principalmente por ser uma técnica monoelementar e apresentar baixa sensibilidade em alguns casos. Por outro lado, as técnicas de plasma, como a ICP-MS e a ICP OES são mais sensíveis mas tem um elevado custo operacional, principalmente por utilizar o argônio para sustentar o plasma. Recentemente, uma nova técnica se apresenta como uma alternativa promissora e que utiliza o nitrogênio retirado do ar, reduzindo significativamente os custo e preservando a característica de uma análise elementar, embora com uma sensibilidade um pouco menor que a ICP OES. Em ambas técnicas, a amostra é convencionalmente introduzida por nebulização pneumática. Estudos recentes mostram que a quando a amostra é introduzida na forma de vapor, usando a geração química ou fotoquímica de vapor, um melhor desempenho e uma melhora significativa nos limites de detecção para alguns elementos são alcançados. Desta forma, apresenta-se um projeto de pesquisa que visa realizar estudos envolvendo a geração fotoquímica de vapor como uma forma de introdução de amostras na nova técnica comercial de Espectrometria de Emissão Óptica com Plasma Induzido por Micro-ondas (MIP OES). Neste contexto, metodologias analíticas rápidas e sensíveis em relação as já existentes para o monitoramento de contaminantes inorgânicos como Na, K, Mg, Ca, S, P, entre outros em amostras de biocombustíveis (álcool e biodiesel) serão desenvolvidas. Além disso, serão realizadas otimizações dos parâmetros instrumentais da técnica MIP OES acoplada com a geração fotoquímica de vapor, estudos sobre possíveis interferências, calibração e, finalmente, a validação através do uso de materiais de referência certificados, aplicação de procedimentos das normas vigentes ou por meio de testes de recuperação. As comparações entre as figuras de mérito obtidos e aplicação de 3 testes estatísticos permitirá avaliar as novas metodologias aplicadas às análises de biocombustíveis por MIPOES com as já descritas na literatura ou legislação.

Objetivo Geral

O projeto de pesquisa apresentado tem o objetivo principal de realizar estudos envolvendo a geração fotoquímica de vapor acoplada a nova técnica comercial de Espectrometria de Emissão Óptica com Plasma Induzido por Micro-ondas (MIP OES) para o monitoramento de contaminantes inorgânicos como Na, K, Mg, Ca, S, P, entre outros em amostras de biocombustíveis (álcool e biodiesel).

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ANA CLARA NASCIMENTO ANTUNES604/05/201504/05/2017
ANDERSON SCHWINGEL RIBEIRO204/05/201504/05/2017
Alexander Ossanes de Souza1504/05/201504/05/2017
JANAÍNA GARCIA TIMM1004/05/201504/05/2017
MARCELO MOLLER ALVES1504/05/201504/05/2017
MEIBEL TEIXEIRA LISBOA1504/05/201504/05/2017
PATRICIA DA ROCHA COSTA604/05/201504/05/2017
TATIANE LOTUFO LEITE1504/05/201504/05/2017

Fontes Financiadoras

Sigla / NomeValorAdministrador
CNPqR$ 30.000,00

Página gerada em 07/04/2020 01:16:55 (atualização a cada 15 minutos)