Nome do Projeto
AVALIAÇÃO GEOQUÍMICA DOS CARVÕES DA JAZIDA CANDIOTA, RS - IMPLICAÇÕES FACIOLÓGICAS E NO POTENCIAL DE GERAÇÃO DE GÁS
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
30/07/2015 - 30/06/2018
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências Exatas e da Terra - Geociências - Geoquímica
Resumo
A formulação de cenários é uma importante ferramenta para o planejamento das políticas estratégicas energéticas de qualquer nação. A geração de cenários contribui para estimar como um futuro incerto pode reagir e ser influenciado pelas tomadas de decisão do presente. No Cenário de Referência Global, estima-se que até 2030 a procura mundial de energia primária cresça ligeiramente acima da metade do valor atual, o que corresponderia a um crescimento de 1,6% ao ano. Entre as fontes de energia disponíveis, os combustíveis fósseis: carvão e petróleo (óleo e gás) constituem a maior parte das fontes de energia primária. Segundo a Agência Internacional de Energia prevê-se até 2030 um crescimento da demanda de energia elétrica de 119% no setor residencial, 97% nos serviços e 86% na indústria (IEA, 2003). Nesse contexto, o uso do gás tornou-se um recurso energético de ampla utilização pela sua possibilidade de distribuição em rede que permite ampla inserção no atendimento aos setores de energia, incluindo os setores térmico e elétrico. O gás natural é, sem dúvida, o combustível fóssil mais limpo, pois sua combustão não emite dióxido de enxofre, nem partículas, além de menores emissões de monóxido de carbono, hidrocarbonetos reativos e óxidos de enxofre. Os carvões são rochas sedimentares orgânicas caustobiólitas com potencial para geração de gás, especialmente os carvões do tipo húmico. Os recursos e reservas de carvão no Brasil somam 32 bilhões de toneladas in situ, dos quais cerca de 89% encontram-se no estado do Rio Grande do Sul, e a Jazida Candiota é a maior reserva do país, com cerca de 38% (12 bilhões de toneladas) dos recursos totais brasileiros (DNPM/CPRM, 1986). Sendo assim, a importância de estudos com enfoque na caracterização das jazidas de carvão sul-brasileiros, especialmente a Jazida Candiota, não podem ser negligenciados, tendo em vista seu potencial para atendimento de demanda energética ou para avaliação do seu potencial para exploração de gás. A proposta desse trabalho é a avaliação geoquímica do carvão da Jazida Candiota com enfoque na identificação quimiotaxônomica da flora original, das condições paleoambientais e na avaliação do seu potencial de geração gás.

Objetivo Geral

Avaliar o carvão da Jazida Candiota através de análises geoquímicas orgânicas e estabelecer uma correlação quimiotaxonômica com sua flora original, bem como identificar parâmetros geoquímicos de maturação para avaliações do seu potencial de geração de hidrocarbonetos (gás) e da influência das condições do paleoambiente deposicional dos carvões.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
GIOVANI MATTE CIOCCARI230/07/201530/06/2018
JHORDANA VENCATO DIAS430/07/201530/06/2018
JONATAS GOMES SEBASTIAO530/07/201530/06/2018
MARINA LUIZA JORDÃO MARTINS530/07/201530/06/2018
TALITA CABELERA DA SILVA230/07/201530/06/2018

Página gerada em 14/11/2019 04:20:23 (consulta levou 0.083676s)