Nome do Projeto
ÍNDICES EPIDEMIOLÓGICOS EM NEONATOLOGIA E PEDIATRIA EQÜINA NA REGIÃO DE BAGÉ-RS, COM ÊNFASE NAS ALTERAÇÕES DO SISTEMA RESPIRATÓRIO
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
01/05/2006 - 01/07/2016
Unidade de Origem
Área CNPq
Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Clínica Veterinária
Resumo
Os sintomas de enfermidades no neonato são freqüentemente vagos e não localizantes. Devido a esta preocupação, o projeto traz como principais objetivos: 1) Estabelecer e avaliar os índices epidemiológicos no Sul do RS em neonatologia e pediatria eqüina, definindo as principais causas de perdas na criação de potros durante os 6 primeiros meses de vida; 2) Aplicar e avaliar métodos de diagnóstico e controle das principais enfermidades do sistema respiratório; 3) Realizar o diagnóstico diferencial entre as enfermidades bacterianas e virais causadas por Rhodococcus equi, Streptococcus zooepidemiccus e Streptococcus equi, Herpes Vírus Eqüino (HVE-1-2-4) e Adenovirus. O EXPERIMENTO 1 avaliará a incidência, prevalência, morbidade e letalidade das principais afecções em neonatos, baseados nos dados sobre o terço final da gestação e os primeiros 6 meses de vida. O trabalho será feito considerando um período retrógrado de 6 anos, baseado em dados catalogados pelos Veterinários residentes dos Haras, assim como as temporadas reprodutivas dos anos de 2006 e 2007. O EXPERIMENTO 2 terá ênfase ao Sistema Respiratório, composto pelo Grupo Positivo, formado pelos potros que apresentarem alterações respiratórias e o Grupo Controle (Negativo), formado por potros clinicamente sadios. Após avaliação clínica, serão obtidas amostras por coletas de sangue para hematologia, bioquímica e sorologia. Os lavados e aspirados traqueais e os swabs nasofaríngeos serão as formas de coleta para citologia, microbiologia e histologia do Sistema Respiratório. O processamento das amostras será realizado nos laboratórios de análises clínicas, virologia e bacteriologia, em uma parceria entre a UFPel, UFSM e UFRGS.

Objetivo Geral

•Estabelecer e avaliar os índices epidemiológicos em neonatologia e pediatria eqüina, de potros até o desmame no RS.
•Definir as principais causas de perdas na criação do período perinatal até o desmame.
•Aplicar e avaliar métodos de diagnóstico e controle das principais enfermidades do sistema respiratório.
•Realizar o diagnóstico diferencial entre as enfermidades bacterianas e virais, causadas por Rhodococcus equi, Streptococcus zooepidemiccus e Streptococcus equi,
Herpes Vírus Eqüino (HVE-1-2-4) e Adenovirus.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
2
2
4
4
4
ILUSCA SAMPAIO FINGER1201/08/201230/11/2012
VITÓRIA MÜLLER1201/12/201231/07/2013

Fontes Financiadoras

Sigla / NomeValorAdministrador
CAPESR$ 2.500,00

Página gerada em 19/10/2019 16:53:48 (consulta levou 0.084363s)