Nome do Projeto
Associação entre sinais de doenças sistêmicas e doenças periodontais
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
14/09/2015 - 31/07/2018
Unidade de Origem
Área CNPq
Ciências da Saúde - Odontologia - Periodontia
Resumo
As condições bucais mais prevalentes são cumulativas e crônicas, sendo necessário um longo período para sua ocorrência. Os estudos de coorte prospectiva caracterizam-se como os melhores desenhos metodológicos para estas investigações. No entanto, os estudos de coorte de nascidos vivos são escassos no mundo e no Brasil, sendo a coorte de Pelotas, a única em países em desenvolvimento com avaliação bucal. O presente trabalho tem como objetivo estudar a relação entre doença periodontal e sinais de doenças cardiovasculares em uma coorte de nascidos vivos em Pelotas, no Rio Grande do Sul e em Florianópolis, Santa Catarina. As variáveis do exame bucal incluíram sangramento a sondagem; profundidade de sondagem; perda de inserção; entre outros. Variáveis, demográficas, socioeconômicas e comportamentais foram coletadas por questionário padronizado e testado em estudos epidemiológicos. Condições de saúde geral, como peso, altura, circunferência abdominal, pressão arterial, espessura da carótida, morbidades autoreferidas, entre outros, foram obtidas também. Serão utilizadas técnicas de Marginal Structural Modeling, Directed acyclic graphs para relacionar exposição e desfecho.

Objetivo Geral

Estudar a influência de sinais de doenças cardiovasculares (aumento da espessura da camada íntima da carótida, hipertensão arterial sistêmica, PCR, entre outros) na doença periodontal, assim como tentar estabelecer uma relação causal temporal entre ambas as condições

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ALINE FERREIRA DE ALMEIDA114/09/201531/12/2016
GUSTAVO GIACOMELLI NASCIMENTO414/09/201531/07/2018

Página gerada em 22/09/2019 22:51:47 (consulta levou 0.076320s)