Nome do Projeto
Avaliação do impacto da perda dental na percepção de saúde e na qualidade de vida
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
14/09/2015 - 31/08/2018
Unidade de Origem
Área CNPq
Ciências da Saúde - Odontologia - Clínica Odontológica
Resumo
A perda dentária é um dos principais agravos à saúde bucal devido à sua alta prevalência, acarretando danos estéticos, funcionais, psicológicos e sociais ao indivíduo. O problema permeia diferentes sociedades, regiões, etnias e camadas sociais, estando associada com doenças sistêmicas, prioridades culturais, coberturas dos planos de saúde, tendências seculares, atitudes dos pacientes e dentistas, a relação dentista-paciente, a disponibilidade e a acessibilidade de serviços odontológicos, e as filosofias prevalecentes de atendimento odontológico. Para mensurar o impacto das condições bucais na percepção de saúde e na qualidade de vida, a literatura aponta diversos instrumentos. A literatura odontológica está repleta de estudos utilizando variados questionários e escalas com o pressuposto objetivo de avaliar qualidade de vida relacionada à saúde bucal. Entre os instrumentos utilizados citam-se questionários específicos e genéricos. Entre os específicos os mais mencionados são Oral Impacts on Daily Performances (OIDP), Dental Impacts on Daily Living (DIDL), Geriatric Oral Health Assessment Index (GOHAI), Oral Health Impact Profile (OHIP), com suas derivações, OHIP-14, OHIP-Edent, já entre os genéricos citam-se principalmente o WHOQOL-Bref, derivado do WHOQOL (World Health Organization Quality of Life Group), entre outros. Os instrumentos específicos foram desenvolvidos para avaliar o impacto dos problemas orais na percepção do indivíduo, mensurando disfunção, desconforto e incapacidade atribuída a condição oral, não sendo útil para mensurar qualidade de vida quando usado isoladamente. Por outro lado, os questionários genéricos foram desenvolvidos para mensura a qualidade de vida do indivíduo através da auto-percepção da sua saúde geral. Um exemplo é o WHOQOL, o qual foi desenvolvido para mensurar como o indivíduo se sente sobre sua qualidade de vida, saúde e outras áreas de sua vida. Será realizado um levantamento das fichas e dos questionários aplicados nas clínicas da Faculdade de Odontologia da UFPel. Os dados sócio-demográficos serão analisados por meio de estatística descritiva. Os domínios dos questionários serão correlacionados por afinidade.

Objetivo Geral

Devido ao elevado número de casos de edentulismo na população e ao fato da perda dental poder influenciar aspectos estéticos, relações sociais, alterar o padrão de ingestão alimentar, entre outros, pretende-se avaliar o impacto do edentulismo e reabilitação com próteses na percepção de saúde bucal e na qualidade de vida dos indivíduos com instrumentos validados na língua portuguesa, incluindo OHIP, DIDL, WHOQOL, EUROQOL.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ALESSANDRA JULIÊ SCHUSTER214/09/201531/08/2018
AMÁLIA MACHADO BIELEMANN214/09/201531/08/2018
ANNA PAULA DA ROSA POSSEBON414/09/201531/08/2018
FERNANDA FAOT114/09/201531/08/2018
GUSTAVO GIACOMELLI NASCIMENTO114/09/201531/08/2018
LUCIANA DE REZENDE PINTO114/09/201531/08/2018
RAISSA MICAELLA MARCELLO MACHADO214/09/201531/08/2018

Página gerada em 22/09/2019 22:15:02 (consulta levou 0.069004s)