Nome do Projeto
Tratamento de madeira com dióxido de titânio comercial
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
01/10/2015 - 31/12/2017
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências Agrárias - Recursos Florestais e Engenharia Florestal - Tratamento da Madeira
Resumo
A madeira é um material de origem orgânica e por isso está propensa ao ataque de agentes xilófagos, necessitando assim tratamento preservativo. Atualmente, os mais utilizados pela indústria são tóxicos ao meio ambiente e deparam-se determinadas restrições. Nesse sentido, busca-se novas alternativas que visam aumentar a durabilidade da madeira e causar baixo impacto ambiental. Desta maneira, o presente estudo tem como objetivo impregnar dióxido de titânio (TiO2) comercial em diferentes espécies madeireiras, visando aumentar a durabilidade das mesmas ao ataque de microrganismos deterioradores de madeira. Para tal, serão utilizadas espécies de Pinus elliottii e Eucalyptus botryioides, os quais receberão diferentes concentrações do produto sob pressão. Visto que o CCB é um dos preservativos mais utilizados industrialmente, amostras serão tratadas com este, para futura comparação. A resistência biológica das espécies ao fungo Ganoderma applanatum, será feita em ensaio de apodrecimento acelerado, de acordo com a norma ASTM D2017 (2005). A resistência a dureza das amostras no decorrer do ensaio de apodrecimento acelerado, serão avaliadas periodicamente pelo ensaio de dureza Rockwell. Após a aplicação do tratamento, espera-se que o TiO2 possa inibir o desenvolvimento do fungo na madeira, proporcionando uma durabilidade igual ou superior ao CCB. Com isso, acredita-se que a utilização de óxidos metálicos vinculados a madeira se tornam promissores para o desenvolvimento de novos tratamentos da madeira, que visam agregar valor e interesse no material, causando baixo ou nulo impacto ambiental, devido sua baixa toxidez.

Objetivo Geral

O presente estudo tem por objetivo impregnar dióxido de titânio (TiO2) comercial em diferentes espécies madeireiras, visando aumentar a durabilidade das mesmas ao ataque de microrganismos deterioradores de madeira.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ALINE KROLOW SOARES201/10/201531/12/2017
DARCI ALBERTO GATTO101/10/201531/12/2017
DÉBORA DUARTE RIBES201/10/201531/12/2017
EZEQUIEL GALLIO201/10/201531/12/2017
HENRIQUE RÖMER SCHULZ201/10/201531/12/2017
PAULA ZANATTA401/10/201531/12/2017
RICARDO RIPOLL DE MEDEIROS201/10/201531/12/2017
TALINE RODRIGUES MATTOSO401/10/201531/12/2017
WILLIAM GAMINO GUTHS201/10/201531/12/2017

Fontes Financiadoras

Sigla / NomeValorAdministrador
CAPESR$ 10.000,00

Página gerada em 07/07/2022 04:01:44 (consulta levou 0.038697s)