Nome do Projeto
Propagação de Campomanesia xanthocarpa Berg via sexuada, miniestaquia e micropropagação.
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
22/02/2016 - 31/08/2019
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências Agrárias - Recursos Florestais e Engenharia Florestal - Silvicultura
Resumo
Campomanesia xanthocarpa Berg, conhecida popularmente como guabirova, guabiroba, guabirobeira-do-mato, entre outros, é uma espécie florestal frutífera nativa do Brasil, que ocorre naturalmente no Rio Grande do Sul, de grande importância ambiental para a recuperação de áreas degradadas e com grandes potencialidades de exploração econômica. A espécie apresenta frutificação intensa, muito atrativa para pássaros e agentes dispersos, assim como para alimentação humana em virtude das suas propriedades nutricionais. No entanto, a espécie ainda é subutilizada e sua exploração se dá de forma extrativista em função, principalmente, da oferta deficiente de mudas de qualidade para os mais variados fins. As principais limitações à produção de mudas residem na carência de conhecimentos em relação às técnicas de propagação, uma vez que a espécie apresenta sementes recalcitrantes que perdem sua viabilidade rapidamente após o armazenamento, limitando a produção de mudas ao longo de todo o ano. Em função destes aspectos e, considerando o interesse que a espécie vem despertando em diferentes grupos de pesquisa buscando melhor explorá-la, a presente proposta tem como objetivos avaliar e selecionar metodologias para a produção de mudas de Campomanesia xanthocarpa via sexuada e por meio de miniestaquia e micropropagação. Para tanto, serão avaliados e selecionados, inicialmente, os substratos e recipientes mais adequados para a produção de mudas de Campomanesia xanthocarpa, via sexuada, assim como o efeito da utilização de ácido indol butírico (AIB) e de períodos de coleta na formação de raízes em miniestacas. No que se refere à micropropagação, serão avaliados meios nutritivos, explantes e fitorreguladores a fim de estabelecer um protocolo para a micropropagação da espécie, contemplando as fases de estabelecimento, multiplicação, enraizamento e aclimatização in vitro. Os resultados obtidos implicarão na geração de informações científicas e tecnológicas, por meio da disponibilização de metodologias para a propagação da espécie, além da formação de recursos humanos, em nível de graduação e pós-graduação.

Objetivo Geral

O presente projeto de pesquisa tem como objetivo avaliar e selecionar metodologias para a produção de mudas de Campomanesia xanthocarpa Berg via sexuada e por meio de miniestaquia e micropropagação.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ADRIANE MARINHO DE ASSIS122/02/201631/08/2019
BRUNA ANDRESSA DOS SANTOS OLIVEIRA122/02/201631/08/2019
DANIELA FARIAS KAUFMANN422/02/201631/08/2019
FERNANDA DE LIMA FIGUEIREDO422/02/201631/08/2019
HELENA NOVACK OXLEY122/02/201631/08/2019
MICHELE CARLA NADAL122/02/201631/08/2019
MIKAEL BOLKE ARAUJO422/02/201631/08/2019
ROSEANE MAIDANA MOREIRA222/02/201631/08/2019

Página gerada em 28/11/2020 23:34:02 (consulta levou 0.271680s)