Nome do Projeto
Vulvovagintes em gestantes atendidas na maternidade do Hospital Escola
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
01/04/2016 - 31/12/2017
Unidade de Origem
Área CNPq
Ciências da Saúde - Medicina - Ginecologia e Obstetrícia
Resumo
As vulvovaginites consistem em processos infecciosos e/ou inflamatórios vulvovaginais. As três principais causas no Brasil são vaginose bacteriana, candidíase e tricomoníase. O quadro clínico dependendo do agente etiológico, sendo que em vários casos as gestantes são assintomáticas. O diagnóstico precoce na gestante é relevante, pois essas alterações estão relacionadas com diversos desfechos negativos para mãe e feto. Quando há sintomas, os mais recorrentes são leucorreia, prurido e desconforto vulvar, podendo haver também dispareunia, edema local e disúria. O objetivo do presente trabalho é conhecer a prevalência de vulvovaginites em gestantes atendidas no serviço da maternidade do hospital escola, no período janeiro a dezembro de 2015, e seus fatores associados. Trata-se de um estudo descritivo, no qual serão coletados todos os dados obtidos nas consultas de Pronto Atendimento da Maternidade do Hospital Escola da Universidade Federal de Pelotas, UFPel, no ano de 2015. Os dados serão coletados em questionário específico, armazenados em planilha Excel e posteriormente analisados em programa estatístico, para a elaboração de tabelas com dados descritivos e possíveis associações. Os resultados do estudo serão divulgados em eventos acadêmicos, relatório para o serviço avaliado e publicações em revistas científicas, preservando a identidade dos envolvidos na pesquisa.

Objetivo Geral

OBJETIVO GERAL
O objetivo do presente trabalho é conhecer a prevalência de vulvovaginites em gestantes atendidas no serviço da maternidade do hospital escola, no período janeiro a dezembro de 2015, e seus fatores associados.
OBJETIVOS ESPECÍFICOS
• Determinar a prevalência de vulvovaginites nas gestantes avaliadas no Pronto Atendimento da Maternidade do Hospital Escola UFPel.
• Relacionar a queixa de secreção vaginal com o diagnóstico clínico de vulvovaginites.
• Investigar fatores associados a vulvovaginites em geral, e de acordo com o agente etiológico:
o Idade Gestacional
o Idade da Paciente
o Número de gestações
o Número e tipo de partos
o Número de abortos
o Exames do pré-natal: VDRL, anti-HIV, HbsAg
• Buscar os principais agentes etiológicos das vulvovaginites na unidade de saúde estudada.
• Associar prevalência de vulvovaginites e necessidade de internação hospitalar.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
DULCE STAUFFERT201/04/201631/12/2017
FERNANDA COUTINHO KUBASKI1001/04/201631/03/2017
GLÓRIA ARAÚJO DA SILVEIRA1001/04/201631/03/2017
LUÍSA BARIN MENEZES1001/04/201631/03/2017
MARIANI MAGNUS DA LUZ ANDRADE1001/04/201631/03/2017

Página gerada em 19/10/2019 16:58:03 (consulta levou 0.097788s)