Nome do Projeto
DISCURSOS E PRÁTICAS EDUCATIVAS DAS EMISSORAS DE RÁDIO DAS UNIVERSIDADES FEDERAIS DO RIO GRANDE DO SUL
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
06/04/2016 - 31/07/2018
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências Sociais Aplicadas - Comunicação - Rádio e Televisão
Resumo
Considerando que as rádios educativas devem cumprir um papel educativo e que esse papel é interpretado à luz do contexto em que estão, pelos profissionais que nela atuam e de acordo com as condições objetivas de produção, entre outros fatores, colocam-se como questões fundamentais identificar os valores ou princípios que orientam cada emissora em sua prática comunicativa; os modos como operacionalizam esse princípios em programas e/ou projetos educativos/culturais; e os processos pelos quais buscam estabelecer e manter vínculos com os diversos atores sociais que com ela se relacionam. O foco desta pesquisa encontra-se exatamente no modelo de rádio educativo-cultural. No entanto, nosso universo se restringe, inicialmente, às emissoras públicas operadas pelas universidades públicas federais. Nosso interesse é verificar como as rádios públicas educativas das universidades federais do Rio Grande do Sul articulam seus princípios com sua prática de rádio, considerando não apenas os conteúdos que produzem e veiculam, como o modo como o fazem e se vinculam aos diversos atores sociais.As Rádios a serem estudadas são a Rádio da Universidade AM, ligada a UFRGS, a Rádio Universidade AM, da UFSM, a Rádio Federal FM, da UFPel e a Rádio da FURG, da Fundação Universidade de Rio Grande.

Objetivo Geral

Objetivo geral

Compreender o modo como as emissoras educativas das universidades federais do RS se inserem no mercado discursivo da sociedade midiatizada, articulando os princípios educativos com a prática comunicativa, considerando não apenas os conteúdos que produzem e veiculam, como o modo como o fazem e se vinculam aos diversos atores sociais.

Objetivos específicos

1. Identificar os valores subjacentes ao rádio educativo (legislação e normas, conceitos estabelecidos) e aqueles manifestados pelos agentes das emissoras (profissionais, colaboradores, mantenedores), que orientam cada emissora em sua prática comunicativa.

2. Identificar os modos como as emissoras operacionalizam esse princípios em programas e/ou projetos de educação.

3. Identificar os processos pelos quais as emissoras buscam estabelecer e manter vínculos com os diversos atores sociais que com elas se relacionam.

4. Analisar, do ponto de vista da circulação, como valor, visibilidade e vínculo se articulam, produzindo o que se define como rádio educativo.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
FERNANDA PATZDORF CADAVAL DE MACEDO1006/04/201631/07/2018
KÍMBERLLY MIKAELA KAPPENBERG1006/04/201631/07/2018
LUCAS DA SILVA PEREIRA1006/04/201631/07/2018
LUIS FERNANDO DE VARGAS JUNIOR1006/04/201631/07/2018

Página gerada em 27/02/2024 11:35:07 (consulta levou 0.044795s)