Nome do Projeto
Viabilização da produção de orquídeas em sistemas de cultivo sem solo como alternativa de renda para a agricultura familiar.
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
01/10/2016 - 29/12/2017
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências Agrárias - Agronomia
Resumo
A floricultura representa um importante mecanismo de geração de renda em áreas de agricultura familiar e de desenvolvimento social, cultural e ambiental na região onde é estabelecida. No Estado do Rio Grande do Sul a produção de flores tem despertado o interesse dos produtores e dentre as espécies promissoras, a Oncidium baueri Lindley, orquídea nativa conhecida como “chuva de ouro” é uma excelente opção para a agricultura familiar, seja pelo uso intensivo de mão-de-obra e baixo índice de mecanização ou pela aceitação no mercado consumidor. Entretanto, o sucesso na produção dessas plantas demanda a adoção de técnicas de cultivo que minimizem os custos de produção e possibilitem a maior produtividade e a qualidade da cultura. Dessa forma, os sistemas de cultivo sem solo (hidroponia e cultivo em substratos) surgem como alternativas para suprir as dificuldades pelo uso indevido de pequenas áreas, os quais ocasionam problemas de contaminação do solo, além da otimização no aproveitamento de água e nutrientes, cujo fornecimento pode ser mais bem ajustado às necessidades da planta, reduzindo as perdas por excesso. O projeto será realizado em parceria com a Universidade Estadual de Londrina (UEL), Londrina- PR. Os experimentos serão realizados no Campo Experimental e Didático do Departamento de Fitotecnia/ FAEM. O projeto é dividido em três planos de ação. No Plano de ação 1- Aclimatização e crescimento de plântulas de Oncidium baueri em substratos e cobertura plástica, serão avaliados substratos e o uso de cobertura plástica nas bandejas durante a aclimatização e o crescimento de plântulas propagadas in vitro na UEL. Simultaneamente, parte das plântulas in vitro oriundas da UEL serão destinadas a implantação do Plano de Ação 2- Estabelecimento de um protocolo para a multiplicação e o enraizamento in vitro, visando formar um jardim microclonal na FAEM. Após a aclimatização das plântulas no Plano de ação 1, estas serão utilizadas no Plano de ação 3- Desempenho de Oncidium baueri em sistemas de cultivo sem solo, para averiguar dois sistemas de cultivo sem solo para a produção desta orquídea, visando atender o mercado de corte e produção de mudas de raiz nua, mediante a adoção do sistema hidropônico e também o mercado de vaso, à partir do uso do cultivo em substrato. À partir desses estudos espera-se disponibilizar informações que possibilitem a produção de mudas e o cultivo de Oncidium baueri como uma nova alternativa de renda em áreas de agricultura familiar.

Objetivo Geral

Avaliar a viabilidade da produção da orquídea brasileira Oncidium baueri em sistemas de cultivo sem solo (hidroponia e substrato), como alternativa de renda para a agricultura familiar, enfocando aspectos relacionados à aclimatização e ao crescimento de plantas propagadas in vitro, bem como ao crescimento das plantas, à produção de flores e a obtenção de mudas.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ALINE RITTER CURTI101/10/201629/12/2017
BRUNA ANDRESSA DOS SANTOS OLIVEIRA101/10/201629/12/2017
DIANINI BRUM FRÖLECH401/10/201629/12/2017
GUILHERME GONÇALVES AMARAL1201/08/201529/02/2016
HELENA NOVACK OXLEY101/10/201629/12/2017
HELENA NOVACK OXLEY1201/03/201631/07/2016
LETICIA LEAL DE MELLO415/03/201729/12/2017
LILIAN VANUSSA MADRUGA DE TUNES101/10/201629/12/2017
MICHELE CARLA NADAL401/10/201629/12/2017
MICHELE CARLA NADAL1201/08/201631/07/2017
MICHELE CARLA NADAL1201/08/201531/07/2016
MICHELE CARLA NADAL1201/10/201331/07/2015
Marcia Wulff Schuch402/09/201330/05/2014

Página gerada em 28/11/2020 23:48:59 (consulta levou 0.088950s)