Nome do Projeto
EFEITOS DO TRATAMENTO COM INOSINA EM PARÂMETROS COMPORTAMENTAIS E BIOQUÍMICOS EM ANIMAIS EM UM MODELO EXPERIMENTAL DE MANIA
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
06/06/2016 - 06/06/2018
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências Biológicas - Bioquímica
Resumo
O Transtorno de Humor Bipolar (THB) é uma doença crônica e grave caracterizada por episódios alternados de depressão, mania/ ou hipomania, ou ainda por episódios mistos. Várias alterações neuroquímicas, resistência ao tratamento, inflamação e estresse oxidativo já tem sido documentado em THB, entretanto, os mecanismos envolvidos nessas alterações ainda não foram completamente elucidados. A inosina é um nucleosídeo formado no organismo através da desaminação da adenosina. Muitos estudos tem demonstrado que o tratamento com inosina exerce efeitos neuroprotetores em vários modelos experimentais. Desta forma o objetivo deste estudo será avaliar os efeitos do tratamento com inosina e lítio em parâmetros comportamentais, neuroquímicos, inflamatórios e de estresse oxidativo em ratos submetidos ao modelo de mania induzido por 25 mg/kg de cetamina. Serão utilizados 80 ratos machos adultos wistar que serão divididos em oito grupos com 10 animais cada: I (salina); II (Inosina 10 mg/Kg), III (Inosina 25 mg/kg), IV (Carbonato de Lítio 45 mg/Kg), V (ketamina 25 mg/kg); VI (Ketamina 25 mg/kg + Inosina 10mg/kg); VII (Ketamina 25mg/kg + Inosina 50mg/kg) e grupo VIII (Ketamina 25 mg/kg + carbonato de lítio 45 mg/kg). O protocolo experimental terá duração de duas semanas sendo que nos primeiros sete dias os animais dos grupos II, III, VI e VII receberão por via intraperitonial inosina diluída em solução salina nas doses de 10 ou 25 mg/kg e os animais dos grupos IV e VIII receberão de carbonato de lítio na dose de 45 mg/kg (duas vezes ao dia) por gavagem. Os animais dos grupos I e V receberão somente solução salina. Entre o 80 e 140 os animais dos grupos V, VI, VII e VIII receberão também, ketamina (25 mg/kg) enquanto que os animais dos grupos I, II, III e IV receberão veiculo (solução salina 0,9%) por via intraperitonial. No 15º dia os animais receberão uma única dose de ketamina e após 30 minutos a atividade locomotora será avaliada utilizando teste de campo aberto. Após este teste os animais serão submetidos à eutanásia e serão coletados córtex cerebral, hipocampo e estriado e sangue. Nas estruturas cerebrais será avaliado a atividade das enzimas NTPDase, 5´-nucleotidase e adenosina deaminase e parâmetros de estresse oxidativo. Em linfócitos e soro será avaliado a atividade das enzimas NTPDase, adenosina deaminase, níveis de citocinas in

Objetivo Geral

Objetivo geral

O presente trabalho tem por objetivo investigar os efeitos do tratamento com inosina na hiperlocomoção e em parâmetros neuroquímicos, inflamatórios e de estresse oxidativo em um modelo experimental de mania induzida pela administração de cetamina.

Objetivos Específicos

- Avaliar as alterações comportamentais induzidas pelo modelo animal de mania pelo tratamento com cetamina e verificação da ação preventiva da inosina na resposta comportamental no teste do campo aberto.

- Avaliar a atividade das enzimas NTPDase, 5´- nucleotidase e adenosina deaminase em córtex cerebral, hipocampo e estriado de animais tratados com inosina e submetidos ao modelo experimental de mania.

- Verificar alterações em parâmetros inflamatórios como a atividade das enzimas NTPDase, adenosina deaminase em linfócitos, níveis de citocinas inflamatórias e nucleotídeos e nucleosídeos em soro de ratos tratados com inosina e submetidos ao modelo experimental de mania.

- Investigar a ocorrência de alterações nos parâmetros de estresse oxidativo no hipocampo, estriado e córtex pré-frontal e possível prevenção pelo tratamento com inosina em um modelo experimental de mania.

- Avaliação da modulação nas vias de sinalização da Akt/ GSK3-beta, e neurodegeneração avaliada pela proteína sináptica SNAP-25, bem como do envolvimento dos receptores A1 e A2A de adenosina no modelo de mania induzido por cetamina, e do efeito da inosina na imunodetecção destas proteínas.


Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ANITA AVILA DE SOUZA406/06/201606/06/2018
BRUNA DA SILVEIRA DE MATTOS406/06/201606/06/2018
BRUNA DA SILVEIRA DE MATTOS1201/01/201731/07/2017
BRUNA DA SILVEIRA DE MATTOS1201/08/201631/12/2016
GABRIELA NOGUEIRA DEBOM306/06/201606/06/2018
MAYARA SANDRIELLY PEREIRA SOARES306/06/201606/06/2018
SIMONE MUNIZ PACHECO306/06/201606/06/2018

Página gerada em 18/11/2019 12:00:32 (consulta levou 0.081073s)