Nome do Projeto
LADDO: Línguas adicionais, desenvolvimento linguístico, docente e de materiais sob as perspectivas ecológica e da Complexidade
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
01/08/2016 - 31/07/2018
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Linguística, Letras e Artes - Linguística - Linguística Aplicada
Resumo
Em um cenário em que as distâncias entre indivíduos têm sido dramaticamente diminuídas, seja pela maior facilidade de deslocamento, seja pela utilização de recursos digitais para comunicação, o desenvolvimento de competências em línguas adicionais assume caráter ainda mais importante. Se, por um lado, essa maior aproximação proporciona uma série de benefícios nos campos econômico e cultural, por exemplo, o contato com diferentes povos e grupos exacerba os potenciais conflitos que emergem quando se estabelecem os mais diversos jogos de poder por meio da linguagem (BOURDIEU, 1991). Nesse sentido, não parece ser suficiente ao indivíduo o domínio de regras estruturais, gramaticais, estilos e gêneros, mas especialmente necessário o reconhecimento e a capacidade de engajamento no jogo de poder simbólico que emerge das interações humanas. Para que aprendizes de língua e para professores de língua surge como fundamental a reflexão sobre conceitos como o de competência simbólica (KRAMSCH, 2006, 2011; KRAMSCH; WHITESIDE, 2008), sobre os meios e os instrumentos através dos quais o jogo de poder é jogado e sobre ações desenvolvidas por meio da linguagem que permitem ao indivíduo o reenquadramento do contexto e sua atuação independente. Nesse contexto, partindo de perspectivas ainda emergentes na Linguística Aplicada – como as teorias da Complexidade e do Caos e a Abordagem Ecológica, faz-se necessária a reflexão sobre o desenvolvimento de LA (e sobre a própria língua materna) em meio telemático ou não, a formação de professores de línguas para a liberdade dos alunos e docentes em formação, tanto no que diz respeito aos materiais pedagógicos desenvolvidos para a sala de aula, quanto às práticas de professores e alunos no ensino/aprendizagem e/ou fora da escola.

Objetivo Geral

O objetivo principal do projeto é analisar, refletir e produzir subsídios teóricos sobre o desenvolvimento linguístico e a formação de professores, no que tange ao desenvolvimento da competência simbólica (KRAMSCH, 2006), ao provimento de affordances (VAN LIER, 2004) e às práticas pedagógicas e à construção do conhecimento com ou sem ferramentas digitais. Também é objetivo produzir conhecimento sobre as peculiaridades da produção de materiais para a aprendizagem em meio telemático, analisando sistemas de autoria e discutindo (novas) formas de elaboração e de utilização de atividades com as TICs. O trabalho investigativo terá suporte teórico no paradigma da Complexidade – Pensamento Complexo, Teoria do Caos (MORIN, 1995) – na abordagem ecológica (VAN LIER, 2004), no conceito de Bildung (HUMBOLDT, 2000) e em conceitos ligados à Ciência da Computação e ao Design, como a Usabilidade (NIELSEN, 1994) e a Usabilidade Pedagógica (VETROMILLE-CASTRO, 2003).
As ações desenvolvidas envolverão alunos de graduação, o que propiciará aos estudantes contato com o trabalho de pesquisa, o qual deve fazer parte de sua formação profissional e é, portanto, objetivo do projeto. Pretende-se, ainda, desenvolver ações com alunos da pós-graduação stricto sensu, sejam do PPGL/Mestrado, sejam de instituições parceiras.
Dentre as metas, estão a oferta de disciplina no curso de Letras (graduação e pós-graduação). Também é meta do projeto a participação em congressos e salões de iniciação científica, tanto por parte dos professores quanto dos alunos pesquisadores, com vistas à divulgação do trabalho de pesquisa. Da mesma forma, é prevista a submissão de artigos científicos a periódicos de referência, dando visibilidade à pesquisa desenvolvida na instituição.
Também é meta do projeto a inserção de Objetos de Aprendizagem de Línguas – OAL (VETROMILLE-CASTRO, MOOR, et ali, 2013) no banco de atividades para a aprendizagem de línguas online (BALL – Bank of Activities for Language Learning). Criado no projeto de pesquisa anterior, o BALL reúne materiais CALL, os quais são hospedados em sítio eletrônico, ligado ao LAMPELL – Laboratório Multimídia de Pesquisa em Estudos da Linguagem e Literatura, obtido com recursos do edital Pró-Equipamentos 2011. Futuramente, cada material será submetido a uma comissão de especialistas a ser montada e, recebendo parecer favorável, passará a constituir o acervo do BALL. O acervo ficará disponível a autores e a professores em geral, como apoio a suas aulas.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ANA CAROLINA DIAS PEREIRA1201/05/201831/07/2018
BRUNA BERRES HARTMANN1201/08/201631/07/2018
BRUNA BERRES HARTMANN1201/08/201730/04/2018
BRUNA BERRES HARTMANN1201/08/201631/05/2017
GABRIELA WALLY GRIEP1201/08/201631/07/2018
LUISA SANTANNA GOMES1201/08/201631/07/2018
PAULO ROBERTO FERREIRA JUNIOR101/08/201631/07/2018

Página gerada em 16/10/2021 12:23:48 (consulta levou 0.048211s)