Nome do Projeto
PROSPECÇÃO DE TALENTOS MOTORES PARA RUGBY: UM ESTUDO DOS INDICADORES DE DESEMPENHO MOTOR EM JOVENS ESCOLARES
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
01/08/2016 - 01/12/2017
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências da Saúde - Educação Física
Resumo
Nos dias de hoje nas escolas brasileiras o Rugby é pouco praticado, apesar de na década de 80 algumas escolas particulares na cidade de São Paulo apresentarem a modalidade em seus currículos. No entanto, é consenso entre os dirigentes e colaboradores do Rugby brasileiro que é necessário que a modalidade seja ensinada e difundida nas escolas para que mais pessoas pratiquem e se envolvam com a modalidade no futuro. Nesse sentido, existe uma forte campanha da Confederação brasileira de Rugby (CBRu) juntamente com as Federações para capacitar professores para trabalharem com essa modalidade, oportunizando mais uma alternativa aos seus alunos. Para tanto, em conjunto com a CBRu, estamos desenvolvendo um modelo de programa de desenvolvimento de atletas a longo prazo que prevê a prospecção de escolares com competências motoras similares a de jogadores de rugby da elite das categorias de base do Brasil. Porém, os modelos consultados não se adaptam a nossa realidade, tendo em vista as dimensões continentais do território brasileiro e a diversidade cultural que existe em nosso país. Pinheiro (2014), em um estudo com escolares e atletas de elite do rugby brasileiro, utilizando o procedimento de análise da função discriminante, desenvolveu duas equações para identificar escolares com características somatomotoras de jogadores de rugby, uma para Forwads outra para Backs. No entanto, estas equações ainda estão no plano teórico. Neste sentido os objetivos deste projeto são: Avaliar a aptidão física de escolares e identificar em um conjunto de medidas e testes os escolares com características somatomotoras de atletas de rugby com a finalidade de compor a equipe de menores de 18 anos da ESEF/UFPel.

Objetivo Geral

2.1 Objetivo Geral

Avaliar a aptidão física relacionada ao desempenho motor de escolares e identificar no conjunto de medidas e testes os escolares com características somatomotoras de atletas de rugby com a finalidade de compor a equipe de menores de 18 anos da ESEF/UFPel.

2.2 Objetivos Específicos

a) Avaliar a aptidão física relacionada ao desempenho motor de escolares da rede pública de pelotas;
b) Criar um banco de dado para acompanhar o desenvolvimento da aptidão física a longo prazo de jovens escolares atletas;
c) Desenvolver métodos para um programa de desenvolvimento de atletas a longo prazo;
d) Verificar se o poder de discriminação das equações utilizadas se confirmam a longo prazo.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ALEXANDRE CARRICONDE MARQUES401/08/201601/12/2017
BRUNO DA ROCHA AIRES2001/08/201601/12/2017
MARCELO D'AVILA 2001/08/201601/12/2017
MARIO RENATO DE AZEVEDO JUNIOR401/08/201601/12/2017
TAIRÃ GONÇALVES SOARES2001/08/201601/12/2017

Fontes Financiadoras

Sigla / NomeValorAdministrador
CAPESR$ 20.000,00

Página gerada em 17/11/2019 20:51:33 (consulta levou 0.082279s)