Nome do Projeto
Emulsão de polissacarídeo bacteriano como adjuvantes em vacinas recombinantes
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
12/06/2016 - 31/12/2018
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências Biológicas - Imunologia
Resumo
As vacinas são eficazes na proteção de longa duração contra muitas infecções de ocorrência natural. O antígeno puro é bem tolerado, mas torna-se um dos principais desafios para as vacinas com proteínas recombinantes devido a sua baixa imunogenicidade. Futuros desenvolvimentos na tecnologia adjuvante devem fornecer respostas imunológicas mais fortes, aumentar a resposta imune em populações específicas, e levar a preservação do antígeno. Como existem poucos adjuvantes aprovados para uso humano, o desenvolvimento por novos agentes adjuvantes e imunoestimulantes que aumentem a imunidade inata e a eficácia vacinal é uma alta prioridade. O adjuvante deve ser estável, de fácil fabricação, baixo custo e ser aplicado com um amplo espectro de antígenos vacinais. O crescente interesse por polissacarídeos microbianos para aplicação científica e industrial deve-se a suas propriedades funcionais únicas e a capacidade de serem produzidos sob condições controladas. Xantana é um polissacarídeo derivado de Xanthomonas spp., tem propriedades viscosas e é largamente utilizado como um espessante, emulsificante e agente estabilizador na indústria alimentar. Aproveitando as características emulsificantes e estabilizantes da goma xantana desenvolveremos uma emulsão adjuvante para ser usada junto com antígenos produzidos pela técnica do DNA recombinante que será capaz de estimular o sistema imunológico através do reconhecimento pelas células apresentadoras de antígenos.

Objetivo Geral

Objetivo geral: Avaliar a eficiência imunogênica de emulsões adjuvantes constituídas de polissacarídeo bacteriano frente a antígenos recombinantes.
Objetivos específicos: Avaliar a atividade adjuvante da emulsão composta com o polissacarídeo bacteriano sobre a resposta imune, por meio da imunização de camundongos com os antígenos recombinantes de Herpes vírus bovino tipo 5 (rgD), EMA-2 de Theileria equi e NcSRS2 de Neospora caninum
Avaliar a atividade adjuvante por diferentes vias de administração (sub-cutânea e intramuscular); Avaliar histologicamente o patrão de influxo celular no local da injeção nas primeiras 24, 48 e 72 horas; Avaliar a produção de citocinas por células do baço de camundongos imunizados com os antígenos suspensos com o polissacarídeo bacteriano; Avaliar a produção de citocinas por polimorfonucleados de bovinos e equinos imunizados com os antígenos suspensos com o polissacarídeo bacteriano.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ANA MUÑOZ VIANNA3012/06/201631/12/2018
ANA PAULA DE SOUZA STORI DE LARA112/06/201631/12/2018
GUILHERME BORGES WEEGE112/06/201631/12/2018
LUCAS REICHERT MAUBRIGADES1201/08/201731/07/2018
RODRIGO CASQUERO CUNHA112/06/201631/12/2018
TÁBATA PEREIRA DIAS112/06/201631/12/2018
VITORIA HIRDES GLENZEL1201/08/201731/07/2018

Página gerada em 25/02/2020 19:11:49 (consulta levou 0.088958s)