Nome do Projeto
Efeitos da indução de HSP70, através de GGA, no espermatozoide de camundongos e qualidade seminal durante o processo de refrigeração do sêmen
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
30/08/2016 - 30/08/2019
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências Agrárias - Medicina Veterinária
Resumo
A partir de estudos onde foi observado efeito citoprotetor das HSP’s durante processos de criopreservação, e a maior expressão de HSP70 no parênquima testicular após administração de Geranilgeranil acetona, está sendo proposto este estudo com o objetivo de avaliar os efeitos da administração oral de geranilgeranil acetona, durante a espermatogênese na expressão de proteínas de choque térmico de 70 kDa nos espermatozoides de camundongos swiss, e correlacionar com a qualidade seminal durante o processo de refrigeração. O estudo será composto de 28 camundongos swiss, 50 dias de idade, divididos em um grupo controle e um grupo que receberá uma emulsão de 600 mg/kg de geranilgeranil acetona por via oral, diariamente, por 6 semanas. Posteriormente, os animais serão eutanasiados e o sêmen será coletado conforme o método adaptado de excisão da cauda do epidídimo, os espermatozoides serão diluídos e a amostra será submetida a Análise Espermática Assistida por Computador, no momento da coleta e a cada hora subsequente do processo de refrigeração. As amostras serão centrifugadas e os espermatozoides serão lisados, fervidos e armazenados a -20°C. Proteínas de 2x106 espermatozoides serão separados através do SDS-PAGE 9% de acordo com o método Laemmli (1970), e serão analisados através de Western Blot, sendo incubadas com anticorpos policlonal de coelho contra HSP70 de camundongos e β-Tubulina. As membranas serão reveladas e a quantidade de proteínas HSP70 será mensurada em densitometria. A estatística utilizará o Teste T, considerando p<0,05, para comparar os níveis de HSP e qualidade seminal entre os grupos.

Objetivo Geral

Avaliar os efeitos da administração oral de geranilgeranil acetona na expressão de proteínas de choque térmico de 70 kDa nos espermatozoides coletados de epidídimos de camundongos, comparando a qualidade seminal e o nível de proteínas de choque térmico no momento da coleta e durante o processo de criopreservação.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ANDREIA NOBRE ANCIUTI230/08/201630/08/2019
ARNALDO DINIZ VIEIRA130/08/201630/08/2019
BERNARDO GARZIERA GASPERIN130/08/201630/08/2019
BRUNO ALBUQUERQUE DE ALMEIDA1030/08/201630/08/2019
THOMAZ LUCIA JUNIOR130/08/201630/08/2019

Página gerada em 16/12/2019 01:15:32 (consulta levou 0.061859s)