Nome do Projeto
Doenças do Sistema Nervoso Central de caninos (Canis lupus familiaris) e felinos (felis catus)
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
08/08/2016 - 31/12/2018
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Patologia Animal
Resumo
As doenças do sistema nervoso central (SNC) que acometem caninos e felinos, na grande maioria são reportadas como relatos de casos e como estudos retrospectivos específicos para uma determinada doença. Segundo Chaves et. al (2014), no Brasil, há poucos dados com relação à prevalência de doenças/lesões neurológicas em cães e gatos, assim como, em outros países são escassos os dados epidemiológicos dessas enfermidades.Algumas doenças ocorrem com maior frequência em determinadas regiões geográficas, como a cinomose, que é mais comum na América Latina do que nos Estados Unidos ou Europa (Chaves et al., 2014; Pellegrino et al. 2011). Esta variação de prevalência provavelmente está associada ao número de animais abandonados em relação a baixa porcentagem da população canina que recebe vacinação de forma sistemática (Pellegrino et al. 2011). Segundo Ellis & Pfeiffer (1990) e Pfeiffer & Ellis (1992) descrevem que na Austrália há uma alta prevalência de criptococose em felinos em comparação com outros lugares do mundo, possivelmente associada a presença de algumas espécies de Cryptococcus spp. em árvores de eucaliptos. A realização de estudos retrospectivos e prospectivos de lesões que afetam o sistema nervoso central demonstra o potencial da utilização destes dados, para que seja estabelecida a frequência e distribuição dos transtornos neurológicos em relação às diferentes variáveis como etiologia, idade, raças e distribuição geográfica. Estas informações são essenciais para compreender as variações das lesões neurológicas, que sem dúvida, estão relacionadas com inúmeros fatores inclusive a realidade sociocultural do ambiente em que vivem os animais afetados. A realização deste projeto visa determinar as doenças e/ou lesões que afetam o sistema nervoso central de caninos e felinos domésticos, em todas as idades, na região sul do Rio Grande do Sul, devido à escassez de dados epidemiológicos sobre essas enfermidades no sul do Brasil, dados que são fundamentais para a implementação de estratégias diagnósticas e terapêuticas.

Objetivo Geral

Através de um estudo retrospectivo e prospectivo, determinar a prevalência das doenças e/ou lesões do sistema nervoso central de caninos e felinos, da rotina de necropsia do Laboratório Regional de Diagnóstico (LRD)-UFPel, em um período de 40 anos.Padronizar a técnica de imuno-histoquímica (IHQ) para o diagnóstico de tumores do SNC em cães e gatos domésticos no LRD-UFPel;

- Treinar estudantes de graduação e pós-graduação na realização de técnicas de diagnóstico como histoquímica e IHQ para o diagnóstico das enfermidades do SNC de caninos e felinos;

- Colaborar com os veterinários atuantes nas Clínicas Veterinárias da região Sul, com relação ao diagnóstico e tratamento de doenças do SNC de cães e gatos domésticos.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ANA LUCIA PEREIRA SCHILD108/08/201631/12/2018
HAIDE VALESKA SCHEID108/08/201631/12/2018
LUIZA SOARES RIBEIRO1201/08/201731/07/2018
MARGARIDA BUSS RAFFI108/08/201631/12/2018
ROSIMERI ZAMBONI208/08/201631/12/2018
TAINA DOS SANTOS ALBERTI208/08/201631/12/2018

Página gerada em 30/11/2020 20:21:50 (consulta levou 0.081475s)