Nome do Projeto
Estado nutricional materno e amamentação: associação e relação com o estado nutricional da criança aos 12 e 24 meses de idade
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
01/09/2016 - 28/02/2018
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências da Saúde - Saúde Coletiva
Resumo
A amamentação é uma prática sem custo que traz muitos benefícios para a saúde materno-infantil. As poucas evidências existentes, indicam que o estado nutricional materno pré-gestacional está associado com iniciação e duração da amamentação, sendo que mães obesas possuem menor probabilidade de iniciar a amamentação e, quando iniciam, apresentam menor duração quando comparadas às mães eutróficas. Assim, torna-se importante identificar essa relação ao longo do tempo, tendo em vista que a prevalência de amamentação e de excesso de peso tiveram aumento concomitante nos últimos anos. Esses achados reforçam a necessidade de ações voltadas a esse público anteriormente à gestação ou nas consultas de pré-natal. Para isso, será investigada a existência de uma tendência na associação entre estado nutricional materno com a iniciação, amamentação exclusiva e duração da amamentação nas quatro Coortes de Pelotas/RS (1982, 1993, 2004 e 2015), utilizando-se os dados dos estudos perinatal para a informação do estado nutricional materno e de acompanhamentos existentes até os dois anos de idade de cada coorte para informações relativas à amamentação. Além disso, este projeto objetiva avaliar o efeito do estado nutricional materno no estado nutricional da criança aos 12 e 24 meses de idade testando a mediação pela amamentação exclusiva e introdução alimentar na Coorte de 2015 de Pelotas/RS.

Objetivo Geral

Objetivo geral

Avaliar a associação entre o estado nutricional materno com a iniciação e o tempo de amamentação e com o estado nutricional da criança aos 12 e 24 meses de idade.

Objetivos específicos

 Compreender, por meio de uma revisão sistemática, qual é o impacto da redução do excesso de peso materno pré-gestacional na amamentação exclusiva;
 Analisar a existência de possível tendência nas quatro Coortes de nascimentos de Pelotas-RS – 1982, 1993, 2004 e 2015, quanto a:
o Associação entre estado nutricional materno pré-gestacional com a iniciação, amamentação exclusiva e duração da amamentação;
 Investigar a associação entre estado nutricional pré-gestacional materno e estado nutricional da criança aos 12 e 24 meses testando a mediação e modificação de efeito pela amamentação exclusiva e consumo de alimentar neste período na Coorte de 2015.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
THAYNÃ RAMOS FLORES401/09/201628/02/2018

Fontes Financiadoras

Sigla / NomeValorAdministrador
Wellcome Trust FoundationR$ 7.298.548,97

Página gerada em 20/01/2021 17:44:18 (consulta levou 0.089290s)