Nome do Projeto
Levantamento de visitantes florais nas culturas do morangueiro e da videira e efeitos de inseticidas sobre abelhas nativas
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
26/09/2016 - 01/10/2018
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências Agrárias - Agronomia - Entomologia Agrícola
Resumo
Na agricultura, diversas plantas se beneficiam com a polinização. Entretanto, durante este processo os agentes polinizadores, principalmente abelhas, podem estar expostos de maneira direta ou indireta a produtos fitossanitários, principalmente inseticidas, que são utilizados para o controle de diversas pragas nas culturas de interesse. Recentemente, um declínio considerável na densidade populacional de espécies polinizadoras, alcançando níveis que podem comprometer os serviços de polinização vem preocupando cientistas e pesquisadores do mundo inteiro. Neste sentido, o presente trabalho tem o objetivo de conhecer os polinizadores associados à floração do morangueiro e da videira e avaliar o efeito de produtos fitossanitários utilizados nestas culturas sobre espécies de abelhas nativas Melipona quadrifasciata, Plebeia nigriceps e Tetragonisca fiebrigi. Serão realizados experimentos em condições de laboratório e condições de campo. Em laboratório, o efeito dos inseticidas sobre operárias será avaliado via contato, ingestão e tópico, simulando possíveis formas de contato pelas abelhas, para posterior estabelecimento da DL50, além de análise de detoxificação enzimática. A campo será realizado o levantamento dos visitantes florais das culturas do morango e da videira, assim como verificado o efeito de doses subletais dos inseticidas sobre as abelhas nativas estudadas. Com esse trabalho pretende-se conhecer a seletividade dos principais inseticidas registrados para as culturas em estudo sobre as abelhas nativas M. quadrifasciata, P. nigriceps e T. fiebrigi buscando estratégias de manejo que beneficiem simultaneamente o controle de pragas e a preservação dos polinizadores.

Objetivo Geral

Conhecer os polinizadores associados à floração do morangueiro e da videira e avaliar o efeito de produtos fitossanitários utilizados nestas culturas sobre espécies de abelhas nativas Melipona quadrifasciata, Plebeia nigriceps e Tetragonisca fiebrigi em laboratório e em condições de campo.

Realizar levantamento e identificação de insetos polinizadores presentes na plena floração das culturas do morangueiro e da videira em pomares com presença e ausência de fragmentos de mata em seu entorno, além de verificar os agrotóxicos utilizados nessas culturas e suas épocas de aplicação.
Avaliar sob condições de laboratório o efeito de diferentes doses de inseticidas/acaricidas (DL50) utilizados nas culturas do morangueiro e da videira
6
sobre operárias de M. quadrifasciata, P. nigriceps e T. fiebrigi após contato pelos insetos via aplicação residual.
Avaliar em laboratório o efeito de diferentes doses de inseticidas/acaricidas (DL50) sobre operárias de M. quadrifasciata, P. nigriceps e T. fiebrigi após contato via aplicação tópica.
Avaliar em laboratório o efeito de diferentes doses de inseticidas/acaricidas (DL50) sobre operárias de M. quadrifasciata, P. nigriceps e T. fiebrigi após contato via oral (ingestão).
Verificar o efeito de doses subletais sobre as abelhas M. quadrifasciata, P. nigriceps e T. fiebrigi em condições de campo.
Analisar via molecular o nível de degradação celular das abelhas expostas aos inseticidas/acaricidas.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
BRUNA PIOVESAN626/09/201601/10/2018

Página gerada em 21/09/2021 20:42:27 (consulta levou 0.062467s)