Nome do Projeto
ESTRATÉGIAS DE ACESSO E PERMANÊNCIA CONSTRUÍDAS E IMPLEMENTADAS POR ESTUDANTES NEGROS COTISTAS EM UM CURSO DE PSICOLOGIA
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
25/02/2017 - 25/02/2018
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências Humanas - Psicologia
Resumo
As Políticas de Ações Afirmativas, especialmente as cotas raciais, são uma importante conquista entre as inúmeras lutas do movimento social negro que impulsionaram movimentos políticos até a sanção da Lei nº 12.711/2012 que regulamenta a reserva de vagas pelo critério étnico-racial em universidades federais. No entanto, além do acesso, ainda se constitui como desafio a garantia da permanência dos estudantes cotistas nesse sistema de ensino. Assim, presente pesquisa objetiva investigar as estratégias de acesso e permanência construídas e implementadas por estudantes negros cotistas em um curso de Psicologia de uma universidade pública do interior do estado do Rio Grande do Sul. Trata-se de uma pesquisa qualitativa, cujos instrumentos para coletas de dados serão o diário de campo e a entrevista semiestruturada. A análise dos dados seguirá a análise de conteúdo considerando-se as seguintes etapas: preparação das informações, transformação do conteúdo em unidades, classificação das unidades em categorias, descrição a interpretação. A potencialidade desta pesquisa está na possibilidade de ampliar a compreensão do ser negro e negra cotista no ensino superior, permitindo que outros olhares sejam lançados no interesse da continuidade e da formulação de novas estratégias reparatórias e de ações afirmativas que reconstruam a humanidade da população de ascendência africana no Brasil. Palavras-chave: Ações Afirmativas; Cotas Raciais; Acesso; Permanência; Ensino Superior; Psicologia.

Objetivo Geral

Geral
Investigar as estratégias de acesso e permanência construídas e implementadas por estudantes negros cotistas em um curso de Psicologia de uma universidade pública do interior do estado do Rio Grande do Sul.

Específicos
• Conhecer e analisar os critérios de acesso ao sistema de ensino superior a estudantes negros por meio da política de cotas em uma universidade pública;
• Conhecer e analisar as estratégias de permanência oferecidas aos estudantes negros cotistas em uma universidade pública;
• Compreender o modo como os estudantes negros cotistas percebem e se subjetivam a partir da política de acesso e permanência oferecida pela universidade pública;
• Dar voz e conhecer as estratégias de acesso e permanência construídas e implementadas pelos estudantes negros cotistas considerando as expectativas, oportunidades e dificuldades vivenciadas.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
TATIANE COELHO AMARAL825/02/201725/02/2018

Página gerada em 25/10/2020 03:14:23 (consulta levou 0.083396s)