Nome do Projeto
Aleitamento materno, problemas de comportamento e consumo de bebida alcoólica: Coorte de Nascimentos de 1993 de Pelotas-RS
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
01/03/2017 - 30/09/2017
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências da Saúde - Saúde Coletiva - Epidemiologia
Resumo
Os problemas de comportamento são condutas repetitivas e persistentes, consideradas socialmente inadequadas, que comprometem a integridade da criança com seus pares e com os adultos de sua convivência, resultando em sofrimento aos jovens e àqueles com quem convivem (OMS, 2001). Eles interferem, ainda, no desenvolvimento psicossocial, educacional e no relacionamento interpessoal na fase adulta(SÁ et al., 2010). Um aumento nointeresse dos pesquisadores sobre essa área de investigação tem sido observado, principalmente no que se refere aos fatores determinantes mais precoces dos problemas de comportamento (BOLSONI-SILVA; DEL PRETTE, 2003; SÁ et al., 2010).Condições socioeconômicas, ambientais, genéticas ede relações (conjugais,pais e filhos) são alguns dos fatores de risco para o desenvolvimento de problemas de comportamento na infância e na adolescência (BOLSONI-SILVA; DEL PRETTE, 2003). Há estudos mostrando que a amamentação, além de suas inúmeras vantagens à saúde da criança, atua também como um fator de proteção para problemas de comportamento na infância e adolescência (VICTORA, 2000; WHO, 2003). Todavia, são poucos os estudos que avaliam essas relaçõesem países com população mais pobre que a dos países de renda alta. Do mesmo modo, ainda há divergências sobre se os problemas de comportamento podem levar a outros estilos ou hábitos considerados de risco à saúde na adolescência, como o consumo de álcool. Este projeto pretende analisar dados da Coorte de Nascimentos de 1993 (Coorte de 1993), em Pelotas,que possui informações dos seus participantes desde a gestação até a adolescência. A coorte de 1993 é uma fonte importantepara a investigaçãodos efeitos do aleitamento materno sobre o comportamento na infância e na adolescência, bem como dos efeitos que osproblemas de comportamento (internalizante e externalizante) podem ter sobre o consumo de bebida alcóolica na adolescência. Oestudo apresenta como vantagem possuir variáveis socioeconômicas, demográficas e de saúde coletadas à época do acompanhamento, o que permite o controle para potenciais fatores de confusão.

Objetivo Geral

Objetivo Geral

Analisar a relação entre a amamentação e o comportamento na infância e adolescência, e a relação entre os problemas de comportamento (aos 11 e 15 anos) e o uso de álcool na adolescência (15 anos), entre participantes do estudo de Coorte de Nascimentos de 1993, Pelotas (RS).


Objetivos Específicos

 Realizar revisão sistemática da literatura sobre a relação entre a amamentação e o comportamento na infância e adolescência;
 Investigar a relação entre o tempo de aleitamento materno e os problemas de comportamento (escore da escala total e subescalas, problema internalizante e externalizante) aos quatro, 11 e 15 anos de idade na Coorte de Nascimentos de 1993;
 Avaliar os efeitos dos problemas de comportamento aos 11 e 15 anos sobre o consumo de álcool aos 15 anos na Coorte de Nascimentos de 1993.
5 Hipóteses
 Crianças amamentadas por menos tempo, quando comparadas às amamentadas por mais tempo, terão maior risco de desenvolver problemas de comportamento na infância (quatro anos) e na adolescência (11 e 15 anos);
 Adolescentes com problemas de comportamento internalizante e externalizanteaos 11 e 15 anos serão mais predispostos ao consumo de bebidas alcoólicas aos 15 anos do que adolescentes sem problemas de comportamento.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
WANESSA LACERDA PÓTON406/01/201528/02/2017

Fontes Financiadoras

Sigla / NomeValorAdministrador
CAPESR$ 23.626,00
CNPqR$ 28.515,00
FAPERGS (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul)R$ 50.537,00
Fundo Nacional de SaúdeR$ 66.750,00

Página gerada em 20/01/2021 17:57:12 (consulta levou 0.077775s)