Nome do Projeto
Características medievais na arquitetura eclética brasileira: fins do século XIX e início do XX
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
20/02/2017 - 20/02/2018
Unidade de Origem
Área CNPq
Linguística, Letras e Artes - Artes
Resumo
A pesquisa propõe o estudo das peculiaridades medievais encontradas na arquitetura eclética brasileira do final do século XIX e início do XX, tomando como exemplares os edifícios da corrente “neo-gótica” erguidos no período, sobretudo, aqueles construídos em três cidades: Paris, onde surgiu o historicismo eclético arquitetônico que se disseminou pelos países do Velho Mundo; Rio de Janeiro, então Capital Federal brasileira, cujos prédios foram inspirados nos modelos europeus; e Pelotas, que ostenta – ainda hoje – um conjunto representativo dessa estética construtiva da época. Fundamentada nas teorias de Heinrich Wölfflin e de Erwin Panofsky, a análise investigará os aspectos formais das caixas murais das construções e identificará os estilemas distribuídos nos frontispícios dos prédios, que remetem ao medievo e, em particular, ao estilo gótico. O trabalho será desenvolvido através de bibliografia especializada na área, na internet e, em pesquisa de campo a ser realizada no espaço urbano pelotense.

Objetivo Geral

Estudar os aspectos formais das caixas murais e os estilemas agregados às fachadas das construções “neo-góticas”, na Europa (Paris) e no Brasil (Rio de Janeiro e Pelotas). Desenvolver artigos sobre os prédios pesquisados. Fornecer informações através de banco de dados (imagens virtuais e textos) dos resultados encontrados (parciais e finais), por meio de um blog a ser criado na internet. Divulgar os resultados por meio de publicações (virtuais ou impressas).

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
AMANDA BASILIO SANTOS220/02/201720/02/2018

Página dinâmica gerada em 0.088323s.